Na última quinta-feira, 30 de agosto, foi realizado o Seminário “Anos de Chumbo: As Estruturas Informais da Repressão em Porto Alegre”, no Plenário Bento Gonçalves do Memorial da Assembleia Legislativa. O tema principal foi o Caso das Mãos Amarradas – assassinato do sargento Manoel Raimundo Soares, ocorrido em 1966.

     A multidisciplinaridade foi a metodologia adotada pelos palestrantes para desenvolver uma análise histórica, possivelmente, mais próxima da “verdade” dissecada e, desta feita esclareceram com brilhantismo e elegância sobre o relatório da CPI que apurou a morte do sargento do Exército.

     Estiveram presentes no seminário os servidores do Arquivo Público do RS: a Diretora Isabel Almeida, Breno de Lema, Elizabeth de Lima, Fábio Zimmer, Gerson Costa, José de Araújo, Maria Cristina Fernandes e Maria Lucia Souto.

     Saiba mais: no sítio do Memorial do Legislativo do RS são disponibilizados processos digitalizados considerados importantes documentos históricos.