Abertas inscrições para a I CNARQ – Etapa Regional Sul

Deixe um comentário

Para fazer sua inscrição, clique aqui.

Saiba mais sobre a I CNARQ.

Visitas guiadas

Deixe um comentário

    No dia dez de outubro os servidores do APERS Fábio Zimmer, Gabriel Ferreira, Irineu Lima, José Araujo, Luciano Barcelos, Luís Oliveira, Rosemeri Iensen e Silvia Soares realizaram visita guiada ao Palácio Piratini. A iniciativa surgiu por demanda dos próprios servidores a partir da necessidade de buscar uma aproximação com os locais e instituições que frequentemente são citadas nas atividades do APERS.

    A visita ao Palácio Piratini foi uma experiência gratificante e instrutiva. Os pontos que mais chamaram a atenção dos colegas foram as pinturas de Aldo Locatelli, especialmente a representação da tradicional lenda gaúcha Negrinho do Pastoreio, e o primeiro automóvel utilizado pelo governo do Estado que ainda está em condições de uso no acervo do Palácio. Estão previstas, ainda, visitas a Cúria Metropolitana e ao Museu Julio de Castilhos.

    No projeto de Visitas Guiadas ao APERS, a servidora Maria Lúcia Souto recebeu duas acadêmicas do Curso de História da PUC/RS, Letícia Krilow e Paloma Madril e duas acadêmicas do Curso de Biblioteconomia da UFRGS, Patrícia Gonçalves e Neuceli de Campos. Além de realizarem a visita guiada pelo conjunto arquitetônico do APERS, as acadêmicas conheceram as técnicas de preservação documental empregadas pela instituição.

Sábados de funcionamento da Sala de Pesquisa do APERS – mês de outubro

Deixe um comentário

    Visando atender melhor os seus pesquisadores, o APERS optou por abrir a Sala de Pesquisa dois sábados por mês, das 9 às 14 horas, mediante solicitação prévia da documentação.

    Para isso o pesquisador pode solicitar os documentos no balcão de atendimento presencial ou por email (saladepesquisa@sarh.rs.gov.br), telefone (51 3288 9104) ou, ainda através do Balcão Virtual.

    Em outubro a sala de pesquisa do APERS atenderá nos sábados: dia 15 e 22.

    Agende sua pesquisa!

I CNARQ – Etapa Regional Sul

Deixe um comentário

    Antecedendo a I Conferência Nacional de Arquivos – I CNARQ, que será nos dias 15 a 17 de dezembro, em Brasília, ocorrerão cinco conferências regionais. O Estado do Rio Grande do Sul sediará a da Região Sul, na cidade de Porto Alegre, nos dias 21 e 22 de outubro.

    Para tanto, estamos fazendo um chamamento a todos para que se mobilizem juntos aos seus pares que façam discussões internas, tendo como base os seis eixos temáticos constantes no projeto e reproduzidos abaixo, para que a discussão na Conferência Regional de Arquivos possa ser mais rica e produtiva.

  É importante que cada Instituição, além de promover as discussões, participe da Conferência com o maior número possível de representantes e apresente suas propostas.

    Eixos temáticos:

  1. Regime jurídico dos arquivos no Brasil e a Lei nº 8.159, 8 de janeiro de 1991: Avaliação do impacto da Lei após 20 anos de implementação. O regime jurídico arquivístico nos estados e municípios após a Lei. O projeto de lei de acesso. O anteprojeto de lei de proteção de dados pessoais. O direito autoral e o direito de uso e reprodução dos documentos de arquivo.
  2. A administração pública e a gestão dos arquivos: A estrutura do Estado no Brasil. A gestão das instituições públicas e a questão dos arquivos no contexto atual. O papel dos arquivos para o Estado e a sociedade. O modelo de instituições e serviços arquivísticos públicos (subordinação, estrutura, orçamento, recursos humanos, materiais, científicos e tecnológicos). Os arquivos públicos e sua relação com políticas e programas de modernização institucional e gestão da informação governamental. Os arquivos como patrimônio científico e cultural e no contexto das políticas de preservação do patrimônio cultural. Fontes de financiamento para a ação arquivística.
  3. Políticas públicas arquivísticas: A estrutura vigente para a definição e implementação de uma política nacional de arquivos (Arquivo Nacional, Conselho Nacional de Arquivos, SINAR), além de políticas federal, estaduais, do Distrito Federal e municipais: balanços e possíveis redesenhos. A anatomia do SINAR. O Conselho Nacional de Arquivos – função, composição e funcionamento. As políticas arquivísticas e suas interseções com outras políticas públicas: cultura, patrimônio, ciência, bibliotecas, governo eletrônico, museus, acesso livre, banda larga, etc. Fontes de financiamento para a implementação de políticas públicas arquivísticas.
  4. Acesso aos Arquivos, Informação e Cidadania: Usos e usuários dos arquivos no Brasil. Instrumentos para a gestão de usos e usuários dos arquivos. Obstáculos e recursos favoráveis ao acesso aos arquivos no Brasil. Mecanismos de ampliação do uso social, cultural e educacional dos arquivos.
  5. Arquivos privados: O cenário dos arquivos privados no Brasil. Serviços privados e públicos de preservação e acesso a arquivos privados. Modelos de gestão e acesso a arquivos privados em diferentes contextos organizacionais. Políticas de aquisição de acervos arquivísticos privados. Critérios e impactos da classificação de arquivos privados de interesse público e outras formas de ação do Estado em relação a arquivos privados. Fontes de Financiamentos para a preservação e acesso a arquivos privados.
  6. Educação, Pesquisa e Recursos Humanos para os Arquivos: Formação e capacitação profissional: balanços e perspectivas. Produção e difusão de conhecimento arquivístico: a situação das linhas de pesquisa, dos periódicos especializados e outros canais de difusão do conhecimento arquivístico. Relações entre Universidades, Instituições e Serviços Arquivísticos. As associações profissionais e a atualização profissional. A profissão de arquivista no Brasil: regulamentação, perfis profissionais, formação, mercado de trabalho etc.

    Os representantes da Comissão Organizadora Regional colocam-se à disposição para ajudar no encaminhamento das discussões.

Contato: conferenciaarquivosul@sarh.rs.gov.br.

Outras notícias.

APERS sedia aula prática para alunos de História da UFRGS

Deixe um comentário

    Na última sexta-feira, dia 30/09/2011, 04 alunos do Curso de História da UFRGS tiveram uma aula prática no APERS. Sob a supervisão da professora Regina Xavier, os alunos tiveram a oportunidade de analisar e acompanhar a busca de Cartas de Alforria no Acervo dos Tabelionatos, após prévia pesquisa no livro, que serviu como um instrumento descritivo, “Que com seu trabalho nos sustenta: as cartas de alforria de Porto Alegre (1748-1888)”, dos autores Paulo Roberto Staudt Moreira e Tatiani de Souza Tassoni.

7º Encontro Arquivistas Estaduais de POA

Deixe um comentário

    No dia 29 de setembro foi realizado no auditório Marcos Tramontini, no APERS, o 7º Encontro dos Arquivistas SIARQ/RS lotados em POA. Estes encontros são promovidos pelo APERS, órgão central do SIARQ/RS, periodicamente com o intuito de promover o debate de questões relacionadas às políticas públicas arquivísticas no âmbito do Estado do RS. A pauta deste encontro foi: Reestruturação do CAFF; e a Conferência Nacional de Arquivos – Etapa Regional.

    Em relação ao diagnóstico dos arquivos para a reestruturação do CAFF, em andamento desde 13 de junho, foi comunicado que o APERS esta na fase de formulação dos relatórios finais por órgão de estado. Em decorrência disto, foi solicitado que os arquivistas que realizaram as visitas técnicas nos órgãos e os que estão lotados nestes, encaminhem até dia sete de outubro parecer técnico a respeito da situação encontrada com propostas de melhorias.

    No que se refere a I Conferencia Regional de Arquivos, prevista para os dias 21 e 22 de outubro, foi marcada reunião para o dia 13 de outubro. Na oportunidade os arquivistas poderão discutir sobre os eixos temáticos abordados na Conferência e as propostas que pretendem apresentar.

    Leia mais:

    Sobre a Reestrutuação do CAFF aqui.

    Sobre a I CNARQ aqui.

Aulas de Libras para funcionários do APERS

Deixe um comentário

    Na manhã de segunda feira dia 26/09/2011, os funcionários do Arquivo Público que participam do Curso de Libras disponibilizado pela FADERS apresentaram peças teatrais como uma da atividades. Os alunos montaram peças teatrais infantis com a linguagem dos sinais, o resultado foram três peças maravilhosas e muitos risos. As histórias escolhidas e apresentadas foram: “Os Três Porquinhos”, “Chapeuzinho Vermelho” e “A Branca de Neve e os Sete Anões”.

    Cada releitura adaptada para a língua de sinais manteve-se fiel a história original com poucas alterações no enredo. Na peça “Os Três Porquinho” o destaque foi para os focinhos dos porquinhos e o cenário produzido pelos próprios alunos, além da grande atuação de todos eles. Já na peça o “Chapeuzinho Vermelho” o que chamou muito a atenção foi o Lobo Mal, que se mostrou muito expressivo e engraçado, o que rendeu boas gargalhadas a todos. Na peça “A Branca de Neve e os Sete Anões” o que mais chamou a atenção foi o personagem principal ter uma barbicha, sim uma barbicha, Branca de Neve foi interpretada por um aluno e deu um ar um tanto quando irônico a personagem bem conhecida dos contos infantis.

    Após as apresentações o professor de libras Luciano, que avaliou as expressões, a adaptação para a língua sinais e o enredo da história, mostrou-se muito contente com o resultado do trabalho e deu a nota máxima a todos os grupos.

Saiba mais.

Newer Entries

%d blogueiros gostam disto: