Projeto de Segurança Preventiva do APERS é assinado

Deixe um comentário

   Foi assinado, na tarde desta segunda-feira (12), o contrato do Projeto de Segurança Preventiva do Arquivo Público do Rio Grande do Sul (APERS). A Caixa Econômica Federal (CAIXA) é patrocinadora do projeto. O conjunto Arquitetônico do Arquivo Público tem área total de 5.300 metros quadrados, e guarda cerca de 18 milhões de documentos do Estado.

    A CAIXA concedeu patrocínio no valor de 50 mil reais para a instalação de um sistema de circuito fechado de televisão digital, composto por 39 câmeras de vídeo em pontos estratégicos do APERS, conforme estudo realizado anteriormente.

   As imagens captadas pelas câmeras serão monitoradas em tempo real pelo serviço de vigilância do APERS e ficarão gravadas em servidores por um determinado período, podendo ser consultadas sempre que necessário localmente ou via internet. No interior dos acervos serão instaladas câmeras com dispositivos infravermelhos os quais capturarão qualquer movimento mesmo que no escuro.

   A solenidade contou com a participação da diretora do APERS, Isabel Oliveira Perna Almeida, do superintendente regional da CAIXA, Ruben Danilo de Albuquerque, com o presidente da Associação de Amigos do APERS, Bruno Stelmach Pessi e com o secretário adjunto da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos (SARH) Leonardo Kauer, além dos demais convidados.

    Saiba mais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Direitos Humanos e Políticas de Memória no Brasil

Deixe um comentário

    No dia 10 de dezembro de 2011, Dia Internacional dos Direitos Humanos, o Arquivo Público do RS em parceria com o Departamento e PPG em História/UFRGS e a Escola do Legislativo Romildo Bolzan/ALERS, realizou o evento Direitos Humanos e Políticas de Memória no Brasil.

   O evento contou com a participação dos professores, Fábio Marçal e Gabriela Rodrigues, da educação básica de Porto Alegre, que apresentaram a importância do trabalho, em sala de aula, acerca da memória histórica das ditaduras e a relação dos direitos humanos em todo o currículo escolar.

   Além disso, Fábio Balestro Floriano, representante da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH-PR), explicou sobre as iniciativas de políticas de memória do governo brasileiro. De modo a representar as marcas do período mais triste da história recente brasileira, dois militantes e ex-presos políticos, Cláudio Antonio Weine Gutiérrez e Ignez Maria Serpa Ramminger, debateram juntamente com o Profº Enrique Serra Padrós/PPG-UFRGS e a historiadora do APERS, Clarissa Sommer Alves, as questões sobre a Comissão Nacional da Verdade.

   Esta comissão tem por finalidade o esclarecimento das violações dos direitos humanos, no período de 1946 até 1988, no país. A Lei 12.572, lei que regula o acesso à informação pública, também foi pauta. Nesse dia, compareceram no APERS alunos de história e a comunidade em geral, fazendo do evento um sucesso e destacando a importância da participação de todos na luta pelos direitos humanos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

APERS recebe doação de livros

Deixe um comentário

   O APERS recebeu a doação de sessenta volumes da obra intitulada: “Territorialidade negra – a herança africana em Porto Alegre: uma abordagem sócio-espacial” da autora Michelle Farias Sommer.

   O trabalho, resultado da dissertação de mestrado de Sommer, aborda o espaço urbano através das heranças culturais do povo africano no Rio Grande do Sul, com foco na constituição do território negro em Porto Alegre no século XX.

   A autora fez a doação com o intuito de enriquecer o acervo da biblioteca do Arquivo, tendo em vista o vasto acervo da instituição sobre a temática. Além disso, alguns exemplares serão doados a pesquisadores da temática.

Sala de Pesquisa

Deixe um comentário

   No mês de dezembro a professora Ana Lúcia Araújo do Departamento de História da Universidade Howard, em Washington EUA, esteve no APERS fazendo pesquisas.

    Ana Lúcia ensina a História do Brasil dentro do mundo atlântico e memória da escravidão, além disso, trabalha com museus, exposições e monumentos. E a Universidade de Howard é uma das cem universidades criadas após a abolição da escravidão.

  Por duas semanas a professora pesquisou processos informados nos Catálogos Seletivos Documentos da Escravidão no Rio Grande do Sul.

  A pesquisadora se diz satisfeita com nosso atendimento e com as condições de pesquisa oferecidas pelo APERS.

   Acesse os Catálogos Seletivos Documentos da Escravidão nos links abaixo:

Documentos da Escravidão – Cartas de Liberdade Vol. 1

Documentos da Escravidão – Cartas de Liberdade Vol. 2

Documentos da Escravidão – Compra e Venda

Documentos da Escravidão – Inventários Vol. 1 e 2

Documentos da Escravidão – Inventários Vol. 3 e 4

Documentos da Escravidão – Processos Crimes

Documentos da Escravidão – Testamentos

Exposição RE –por, –tornar, –inovar

Deixe um comentário

   Repetição leva ao novo em exposição de arte.

  A exposição “RE -por, -tornar, -inovar” tenta extrair do mesmo o diferente, materializando os modos de repetir na arte contemporânea. A temática, sintetizada no prefixo RE, inova e REinova.

  A curadoria da mostra foi realizada por alunos da cadeira de Laboratório de Pesquisa em História, Teoria e Crítica de Arte do Instituto de Artes da UFRGS, ministrada pela professora Icleia Borsa Cattani.

  A exposição será inaugurada no dia 15 de dezembro, às 19h, no APERS. Venha prestigiar!

Livro da IX Mostra de Pesquisa agora disponível no site do APERS

Deixe um comentário

Para difundir ainda mais o conhecimento produzido a partir das pesquisas em fontes primárias, já está disponível no site do APERS o livro produzido a partir dos trabalhos que foram selecionados e apresentados na IX Mostra de Pesquisa do APERS. O download do arquivo em pdf é gratuito.

Este evento ocorre anualmente e tem como principais objetivos estimular a interação entre a comunidade pesquisadora e incentivar a utilização de fontes primárias arquivísticas em trabalhos de pesquisa. Na próxima semana será divulgado o edital de participação na X Mostra de Pesquisa, a realizar-se em 2012. Fique atento! Em breve mais informações.

Equipe do APERS participa do Seminário sobre Acesso à Informação e Transparência – TCE/RS

Deixe um comentário

   O Tribunal de Contas do Estado do RS (TCE/RS) promoveu no último dia cinco o Seminário sobre Acesso à Informação e Transparência, no Plenário Gaspar Silveira Martins, o qual teve por objetivo a discussão da Lei 12.527, de 18 de novembro de 2011.

  O evento contou com a participação de jornalistas e especialistas que discutiram e debateram o conteúdo e a repercussão da Lei de acesso à informação. No âmbito do APERS esta Lei também é tema de debates, e a participação no evento contribuiu para ampliar a discussão e conhecer o ponto de vista de outros profissionais.

   Participaram do evento a Diretora Isabel Oliveira Perna Almeida, os arquivistas Aerta Moscon, Aline Maciel, Aline Vedoin, Fábio Zimmer, Gabriel Ferreira, Maria Cristina Fernandes, Renata Vasconcellos, Silvia Soares e Viviane Portella e a historiadora Vanessa Menezes.

   Lembramos que dia 10/12, próximo sábado, o APERS promove o evento Direitos Humanos e Políticas de Memória no Brasil, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Este evento visa oportunizar um espaço de reflexão sobre a Lei de acesso à informação entre outros temas ligados as recentes iniciativas de políticas de memória. Participe!

Older Entries Newer Entries

%d blogueiros gostam disto: