Como já abordamos em outras postagens, o Programa de Educação Patrimonial do APERS, realizado em parceria com a UFRGS, está em fase final de construção da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”, voltada aos estudantes do Ensino Médio e construída a partir do acervo da Comissão Especial de Indenização, salvaguardado pela instituição.

   Criada pela Lei 11.042, de 1997, a referida Comissão trabalhou até 2004 recebendo e analisando pedidos de indenização pecuniária feitos por indivíduos que tivessem sofrido violência física e/ou psicológica por parte de agentes do Estado entre 1961 e 1979, e o acervo de processos administrativos gerados a partir desse trabalho é hoje fonte riquíssima de informações a respeito do período que se estende desde o movimento pela Legalidade até o processo de abertura política da Ditadura Civil Militar em nosso país. Assim, a partir do patrimônio documental do Arquivo a nova oficina abordará com os estudantes conceitos como ditadura, direitos humanos, patrimônio, violência, exílio, clandestinidade, estigma e tortura.

   Tendo em vista que na próxima semana ocorrerá a primeira oficina com uma turma escolar, no dia 06/09 realizamos uma “oficina-piloto”, em que a equipe do Programa e diversos servidores do APERS de diferentes áreas disponibilizaram-se a vivenciar a atividade, de forma a testar sua metodologia e funcionamento. Foi um importante momento não apenas de reflexão e crítica a respeito da atividade construída, mas também de integração entre os servidores do Arquivo e demais colaboradores do Programa. Confira algumas fotos abaixo!

   Agradecemos a todos e todas as envolvidas na construção de mais uma ação do Programa de Educação Patrimonial, consolidando o Arquivo como uma instituição pública conectada com as demandas da sociedade, que prima pela difusão e amplo acesso a seus acervos e serviços.

   Se você é educador, aproveite a oportunidade e entre em contato conosco para agendar oficinas para suas turmas através do e-mail acaoeducativa@sarh.rs.gov.br ou do fone (51)3288-9117. Lembramos que a participação é gratuita, que há também atividades voltadas às séries finais do Ensino Fundamental, e que atendemos a toda a Rede de Ensino, tanto pública quanto privada. Participe e divulgue!

Este slideshow necessita de JavaScript.