Nos dias 03 e 04 dezembro realizamos no APERS, em parceria com o Coletivo Catarse, o Cine Debate Rio Grande do Sul de Matrizes Africanas, evento em que assistimos e debatemos com Sérgio Valentim e Eugênio Alencar, mais conhecido como Mestre Paraquedas, os documentários O Grande Tambor” e “Batuque Gaúcho: as nações dos orixás”, este tendo sua primeira exibição pública nesse dia. A atividade foi excelente, com intenso grau de participação no debate, demonstrando o grande interesse do público por espaços abertos em que possamos obter conhecimento e refletir a respeito de nossa relação com a África, de nosso passado escravista e de luta contra a escravidão, dos legados desse processo histórico, da contribuição técnica, econômica e cultural dos negros para a construção da sociedade brasileira, e de como se apropriar de tudo isso na atualidade. Agradecemos a todas e todos que participaram do evento, sempre com o compromisso de seguir desenvolvendo ações nessa área!

     Compartilhamos aqui dois pequenos vídeos produzidos ao longo da atividade. No primeiro, emocione-se com parte da fala do Mestre Paraquedas, comentando a presença de diversas etnias africanas no Rio Grande do Sul e a história do “grande tambor”. No segundo, assista um pequeno trecho do documentário Batuque Gaúcho, que nos traz empolgação para acompanhar seu lançamento na TV Brasil, em 2014:

     Mas hoje, além de destacar a qualidade da atividade realizada, gostaríamos de destacar a qualidade e a importância do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Coletivo Catarse na busca por registrar a cultura negra e o patrimônio imaterial que se manifesta no estado do Rio Grande do Sul, mas que certamente é patrimônio de todos nós, brasileiros. Os dois documentários criados e apresentados pelo Coletivo nesse Cine Debate foram produzidos a partir de sólida pesquisa de campo, histórica, antropológica e etnográfica, inclusive consultando documentos do Arquivo Público, resultando em documentos interessantíssimos para conhecimento geral, mas especialmente para o trabalho nas escolas, difundindo a centralidade e a profundidade das matrizes africanas em nossa sociedade.

     Nesse sentido, como o segundo documentário apresentado não foi oficialmente lançado e ainda não está disponível na internet, gostaríamos de indicar o download do documentário O Grande Tambor, que está disponível na íntegra, tanto no site do Catarse quanto diretamente no YouTube. O documentário apresenta a história do tambor de sopapo, utilizado por séculos apenas no Rio Grande do Sul, especialmente nas regiões charqueadoras do estado, como Pelotas e Rio Grande. A partir dessa história é possível compreender a importância e os usos dos tambores nas diferentes manifestações culturais e religiosas afro-brasileiras, e fazer uma viagem no tempo, conduzida pelo sopapo, conhecendo mais a respeito da história, da luta e da riqueza cultural do povo negro sul riograndense.

Link para o documentário: http://coletivocatarse.com.br/home/o-grande-tambor-4/

Anúncios