1ª Semana do Arquivista e do Servidor Público – 1ª SAS

Deixe um comentário

    O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul – APERS, no intuito de valorização e reconhecimento de seu quadro funcional na realização de pequenas ou grandes tarefas, que juntas se consolidam no funcionamento da Instituição, como no atendimento à comunidade em geral e no cumprimento das obrigações de arquivista e de servidor público, para o alcance do sucesso dos objetivos institucionais, abre as comemorações, em homenagem aos dias do Arquivista (20/10) e do Servidor Público (28/10), com a 1ª Semana do Arquivista e do Servidor Público – 1ª SAS.

   A 1ª edição da SAS foi planejada com diversas atividades, como oficinas e palestras, que envolvem seus colaboradores como participantes ou ministrantes dos eventos. A programação teve abertura dia 25 de outubro com fala da Diretora Aerta Grazzioli Moscon, seguido de um café da manhã preparado com muito esmero e carinho pela colega Nilza Teresinha de Mello Escalante, acompanhado de atração musical ao violino, e brincadeiras de confraternização entre os servidores, estagiários e terceirizados do APERS.

    No dia 26 de outubro pela manhã, teve o workshop Redação de E-mail Institucional ministrado pela colega Denise Nauderer Hogetop e, à tarde, foi realizada a Oficina de Fuxico, ensinada com muita maestria pela colega Renata Pacheco de Vasconcellos, ambos muito apreciados pelos participantes.

    Em 30 de outubro foi realizado o workshop Momento Beleza, com ensinamentos sobre limpeza de pele e maquiagem, ministrado pela instrutora Sandra Denis Kotowski Doring, da empresa Mary Kay, com o objetivo de fazer nossas meninas ficarem ainda mais bonitas. Imaginam como ficaram? Lindíssimas!

    Já no dia 09 de novembro, foi realizada a palestra Psicologia no Arquivo: Comunicação assertiva e relacionamento interpessoal no trabalho, com os formandos em Psicologia Márcia Vanessa Assis dos Reis e José Lucas Duarte.

    Hoje, dia 14 de novembro, acontece a Feira do Desapego, com exposição para doação, troca ou venda de objetos, roupas, acessórios e calçados que os servidores, estagiários e terceirizados queiram desapegar.

E para finalizar as comemorações da 1ª SAS, no dia 23 de novembro, teremos o Encontro dos Arquivistas, com relatos sobre o VIII Congresso Nacional de Arquivologia de 2018, pelo arquivista Jonas Ferrigolo, e sobre as ações para criação do Conselho Profissional de Arquivologia, pela arquivista Clara Kurtz, além de apresentação musical dos arquivistas Carlos Dinarte e Mauro Amaral, evento aberto à participação dos profissionais da área.

 

Abaixo, confira algumas fotos dos eventos.

APERS sedia banca de qualificação de mestrado de servidora da instituição

Deixe um comentário

Na manhã do dia 28 de setembro, sábado, o auditório do APERS recebeu uma atividade diferente: a banca de qualificação de mestrado em História da servidora Clarissa Sommer, que atua como historiadora na instituição desde 2010 e vem desenvolvendo junto ao PPG em História da UFRGS o projeto intitulado “Operações historiográficas em Arquivos? Uma análise sobre o ofício do historiador em arquivos públicos estaduais brasileiros na atualidade”, sob orientação do prof. dr. Benito Bisso Schmidt.

A realização da banca de qualificação faz parte dos pré-requisitos exigidos para a obtenção do grau de mestre, e tem lugar ao longo do processo de produção da dissertação. Em geral é feita dentro do campus da Universidade, mas por questões de agenda dos membros da banca, considerando o tema da pesquisa e o vínculo da mestranda, abriu-se exceção para que fosse realizada nas dependências do Arquivo Público. Os avaliadores convidados foram o prof. dr. Arthur Lima de Ávila (PPG em História UFRGS) e o prof. dr. Paulo Staudt Moreira (PPG em História Unisinos).

Para esta etapa a servidora apresentou a introdução e o primeiro capítulo da dissertação, assim como um planejamento para os próximos capítulos, com previsão de fontes e de questões a serem tratadas.

A introdução apresenta o problema de pesquisa, os objetivos e justificativas para a mesma e seu referencial teórico geral. Ali Clarissa demonstra como as inquietações oriundas do trabalho cotidiano no APERS ao longo destes anos fizeram-na desejar refletir sobre que tensões e pressupostos do fazer historiográfico se expressam no exercício do ofício do historiador em arquivos públicos estaduais na atualidade, considerando que no campo da teoria e metodologia da história as reflexões têm sido muito centradas na atuação das historiadoras e historiadores como pesquisadores dos arquivos, ocupando um lugar em suas salas de pesquisa, mas não sobre o fazer historiográfico no “lado de dentro do balcão” do arquivo, trabalhando no tratamento técnico de acervos, em sua gestão, difusão ou promoção do acesso.

O primeiro capítulo, intitulado “Arquivos Públicos Estaduais e Historiadores: entendo o lugar social de atuação profissional”, traz primeiramente uma reflexão teórica sobre os conceitos de documento, memória e arquivos relacionados às áreas da história e da arquivística, entre as quais se estabelece uma relação longa e intrínseca. Também apresenta a constituição do corpo documental da pesquisa compartilhando o percurso e apontamentos metodológicos, para em seguida tecer o cenário dos arquivos estaduais enquanto campo de atuação profissional de historiadores a partir do mapeamento e de questionários aplicados nas instituições de todo o país, abordando o ano de criação, a vinculação institucional, as condições físicas gerais e os acervos salvaguardados, o envolvimento com processos de gestão documental nos respectivos estados, assim como o perfil dos quadros de servidores e o perfil de formação dos historiadores que deles fazem parte.

De acordo com a previsão levada à banca e por ela corroborada, a servidora pretende desenvolver mais dois capítulos: “Historiadores em Arquivos: experiências de trabalho e percepções de si enquanto profissionais da história”, elaborado a partir dos questionários coletados por e-mail, de entrevistas presenciais e de observações de campo realizadas em alguns arquivos, enquanto amostras; e “Operações historiográficas em Arquivos? Reflexões a partir de produtos do fazer de historiadores em instituições arquivísticas”, escrito a partir da análise de uma amostra de produtos – publicações, exposições, catálogos, projetos, relatórios, etc. – que são fruto da atuação dos historiadores entrevistados dentro das instituições arquivísticas em questão.

Com este trabalho a servidora pretende contribuir para o (re)conhecimento dos lugares de atuação profissional dos historiadores debatendo as potencialidades e limitações legadas a estes profissionais por sua formação acadêmica quando pensamos no trabalho em arquivos, assim como problematizar as formas de diálogo interdisciplinar e as tensões que se colocam na relação com arquivistas, bibliotecários, administradores e demais profissionais com os quais compartilham o fazer cotidiano, buscando aproximar-se das atribuições que lhes são próprias ou das lacunas nessa definição. Objetiva, também, lançar luz sobre os possíveis produtos do trabalho desses historiadores nos arquivos em diálogo com a história pública, e perceber se e como os imperativos da memória na sociedade contemporânea podem incidir sobre a produção de conhecimentos e a construção de narrativas críticas por parte deles.

Como bem destacou o prof. Paulo Moreira, o local para a realização da banca de qualificação não poderia ter sido mais adequado e simbólico, afinal, trata-se de uma profissional dos arquivos dedicando um esforço intelectual para (re)pensar seu fazer e consolidar entendimentos na área. Que a sequência de seu trabalho seja marcada pela mesma qualidade e pelo mesmo olhar desnaturalizador e humano apontados pelos avaliadores até esta etapa.

PEP UFRGS-APERS participa do X Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História

Deixe um comentário

No dia 17 de julho, a convite da organização do X Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História, o Arquivo Público recebeu um grupo de 13 professores da educação básica e superior de diversas cidades do Rio Grande do Sul (Ijuí, Jaguarão, Osório, Porto Alegre, Rosário do Sul e Santa Maria) e de fora do estado (Minas Gerais e Ceará) para realização da oficina Resistência em Arquivo: patrimônio, ditadura e direitos humanos como parte da programação do evento, que foi realizado na Faculdade de Educação da UFRGS entre os dias 16 e 18 de julho.

A atividade, que é oferecida regularmente para turmas de estudantes do Ensino Médio por meio do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS, debate conceitos como democracia, ditadura, repressão, resistência, tortura e direitos humanos a partir de processos de indenização a ex-presos políticos salvaguardados pelo Arquivo. Nessa oportunidade foi possível trocar experiências com docentes que participavam de um evento cuja intenção era “ampliar o diálogo da história escolar e acadêmica com a diversidade da vida, demarcando não só a pluralidade de todos os sujeitos, saberes, práticas, conhecimentos e técnicas, como também o papel do/a professor/a de História em tempos de cerceamento da liberdade de ensinar”, em ampla conexão com os anseios do PEP. Nossa oficina foi muito elogiada, por garantir o contato direto e a apropriação dos espaços do Arquivo por parte da comunidade, por sua perspectiva lúdica, e por sua capacidade de despertar o interesse em aprender sobre o período tratado, sobre as instituições arquivísticas e seus acervos.

Desejamos que iniciativas como esta sigam florescendo e que o conhecimento crítico sobre o passado siga sendo produzido coletivamente de forma plural em espaços como o Arquivo, em parceria com universidades, escolas e a comunidade em geral.

O que aconteceu na 2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS

Deixe um comentário

Entre os dias 4 e 09 de junho, aconteceu a 2ª Semana Nacional de Arquivos, promovido pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa, com a finalidade de abrir os arquivos para a Academia, à cultura e à sociedade, divulgando o trabalho desenvolvido nas Instituições arquivísticas e centros de memória e documentação de todo país. O evento ocorre na Semana em que se celebra o Dia Internacional dos Arquivos, 9 de junho. Neste ano, foram mais de cento e oitenta entidades participantes, em todos os Estados.

No Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul – APERS, a programação, coordenada pelas arquivistas Iara Gomide e Marta Araújo, conteve três exposições (Caminhos dos Arquivos, Os Escoteiros no Arquivo e Os Bichos Invadem o Arquivo), visitas guiadas (ao APERS, Arquivo Municipal de Porto Alegre, Cemitério da Santa Casa e Memorial Martim Lutero), oficinas (“Os Tesouros da Família Arquivo”, de Preservação de Documentos, Preservação de Documentos Audiovisuais, painel “Documentos e Jogos no Ensino de História” (lançamento da Jogoteca Educativa do APERS) Paleografia e duas de Genealogia), Cinema no Arquivo (reprodução do filme “Cinema Paradiso”, na Cinemateca Capitólio), palestra “Difusão e diversidade de acervos na Web”, Encontro dos Arquivistas (apresentações de Carlos Dinarte – IPEPrev, Prof.ª. Valéria Bertotti – FABICO/UFRGS, Paulo Guimarães e Matheus Berino – BAGERGS), apresentações musicais (Banda da Brigada Militar, Quarteto de Trompas de alunos do Conservatório Pablo Komlós – Escola de Música da OSPA e os arquivistas Carlos Dinarte e Mauro Amaral) e Júri Simulado (reconstituição do caso da Maria Degolada, realizado pela SAJU/UFRGS).

Entre as exposições, foi realizada a “Exposição Caminho dos Arquivos”, composta por duas modalidades: presencial e virtual, na qual, em seu formato físico, contou com a participação de nove Instituições, e no formato a distância (acessível no site http://caminhosdosarquivos.adb.inf.br, foram vinte e oito entidades, de diversos municípios, privadas e públicas, de todas as esferas e poderes.

Na Semana, foram oportunizadas diversas visitas guiadas ao APERS, a fim de que os visitantes conheçam sobre a salvaguarda de documentos e história do conjunto arquitetônico do APERS tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) em 1991. As visitas guiadas são realizadas semanalmente e podem ser agendadas através do e-mail visitas@smarh.rs.gov.br.

A programação dos eventos consolidaram as ações do APERS como uma das Instituições mais importantes do Estado no acesso à memória, influenciando gerações na preservação documental e cultural, empreendendo em difusão, com muitas parcerias, em todo o território gaúcho. Clique aqui para ver as fotos dos eventos.

2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS

Deixe um comentário

Vários eventos estão sendo realizados no APERS durante esta semana. Ainda há tempo para inscrições. Os eventos ocorrerão até sábado, dia 08. Confira a programação:

Veja também as descrições dos eventos: https://goo.gl/UQP2qy

As inscrições são realizadas pelo link: http://goo.gl/SR7Dcx

2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS: I Júri Simulado da Memória Riograndense: caso Maria Degolada

Deixe um comentário

    O Grupo de Estudos e Intervenção em Matéria Penal do Serviço de Assistência Jurídica Universitária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – GEIPS/SAJU/UFRGS, em parceria com o Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul – APERS, promovem o “I Júri Simulado da Memória Riograndense: Caso Maria Degolada”, com o objetivo de oportunizar novas formas de difusão do acervo documental do Estado, e oportunizar ao APERS como um espaço de cultura e pesquisa, de modo a reconhecer os documentos arquivísticos como patrimônio sociocultural que deve ser preservado.

    Sendo o Caso Maria Degolada um fato que constitui a memória histórica do Rio Grande do Sul, a realização deste evento constitui-se como um espaço de reavivamento de um dos assassinatos que mais acionou o Judiciário Gaúcho no Século XIX e tornou-se uma das lendas mais presentes na memória do Estado.

   A atividade contará com a simulação do julgamento do Caso da Maria Degolada nos moldes da época e insere-se como uma das atrações da Semana Nacional dos Arquivos.

   ATENÇÃO: Os jurados serão sorteados na hora, dentre os participantes do evento, ou seja, poderá ser você!

   As inscrições são gratuitas mediante a entrega de um item de higiene na entrada do evento. E podem ser feitas, até o dia 04 de junho, neste link (clique para acessar) ou pelo e-mail geipsaju@gmail.com, informando nome completo, CPF, cartão UFRGS (caso tenha vínculo com a Instituição, e-mail e telefone para contato.

Serviço – I Júri Simulado da Memória Riograndense: Caso Maria Degolada
Dia: 07.06.2018
Horário: 14h -17h
Local: Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) – Auditório Marcos Justo Tramontini
Endereço: Rua Riachuelo, 1031, Centro Histórico, Porto Alegre/RS.
Haverá a emissão de certificado aos participantes.

2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS: Cinema no Arquivo

Deixe um comentário

   Entre os eventos que o Arquivo Público promoverá durante a 2ª Semana Nacional de Arquivos, está o “Cinema no Arquivo”, a atividade tem como proposta a difusão de arquivos e despertar a preservação da arte cinematográfica, com a reprodução do filme “Cinema Paraíso”. O evento tem apoio da Associação dos Amigos do Arquivo Público – AAAP, Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Cinemateca Capitólio.

   O filme é um drama ítalo-francês de Giuseppe Tornatore, com 2h4min de duração, de 1988, e ganhou inúmeros prêmios entre eles o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1990. A trama passa-se em Roma, 1980, e centra-se em Salvatore Di Vitta (Jacques Perrin), um reconhecido cineasta italiano, que recebe um telefonema inesperado da sua mãe, na Sicília, onde nasceu e cresceu, quem lhe dá a conhecer a morte de Alfredo (Philippe Noiret), o projecionista que deixava Totó, o diminutivo por qual Salvatore era conhecido, ver todos os filmes que passavam pelo Cinema Paraíso. Após o telefonema, Totó é invadido por recordações, revisitando a sua infância, na sua Sicília natal, quando vivia fascinado pela cabina mágica de Alfredo, o mal-humorado projecionista do cinema da vila: o Cinema Paraíso, onde os habitantes iam para rir, chorar, dar cotoveladas e protestar cada vez que o padre local censura as cenas de beijos. De alguma forma, Alfredo ocupou o papel de pai de Totó, desaparecido durante a II Guerra, e ofereceu-lhe um mundo de magia que era o seu acolhedor refúgio naqueles dias, e que, mais tarde, viria a ser o seu próprio mundo. Mas, após um caso de amor frustrado com Elena, a filha do banqueiro, ele deixa sua pequena cidade para tomar o caminho de Roma. Ele só retornará 20 anos depois, com a morte de Alfredo, para enfrentar as lembranças de sua infância. Agora, Totó tem de voltar à sua terra natal para enterrar o homem que determinou a sua vida e receber o seu último legado. Salvatore finalmente percebe que a sua infância não foi nada mais nada menos que um filme italiano.

Elenco: Philipe Noiret, Agnese Nano, Jacques Perrin, Leopoldo Trieste, Enzo Cannavale, Isa Danieli, Leo Gullota, Roberta Lima.

Serviço – Cinema no Arquivo
Dia: 05.06.2018
Horário: 14h -16h
Local: Cinemateca Capitólio (Sala Multimídia – 3ª andar)
Endereço: Rua Demétrio Ribeiro, 1085 Centro Histórico – Porto Alegre/RS.
Inscrições Gratuitas – Vagas limitadas (35) – Inscreva-se clicando aqui
Informações: sna.apers@yahoo.com ou 3288-9134

2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS: Participe do Painel Documentos e Jogos no Ensino de História

Deixe um comentário

Cartaz Lançamento II Sem Nac de Arquivos

Como parte da programação da II Semana Nacional de Arquivos, o APERS realizará o painel “Documentos e Jogos no Ensino de História“, atividade que marca o lançamento público do projeto “Jogoteca Educativa do APERS“.

A mesa contará com palestra do prof. dr. Nilton Mullet Pereira (FACED/UFRGS), um dos organizadores do livro Jogos no Ensino de História, publicado pela Evangraf em 2013 – pode ser baixado aqui. Em sua trajetória como historiador doutor em Educação, Nilton tem produzido e incentivado reflexões sobre o uso de jogos no ensino.

Também participam Jéssica Borba, licenciada em História pela FAPA, atualmente cursando bacharelado em História na UFRGS, e Paulo Fasolo Klein, licenciado em História e bacharelando pela UFRGS. Ambos fazem parte do Núcleo de Ação Educativa do APERS, atuaram ativamente em 2018 na pesquisa e produção de jogos, e compartilharão com o público essa experiência.

A entrada é gratuita! Participe dessa e de outras atividades oferecidas na programação da II SNA. Faça sua inscrição clicando aqui.

2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS: Oficina Os Tesouros da Família Arquivo

Deixe um comentário

Cartaz Oficina na II Sem Nac de Arquivos

2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS: Alterações na programação

Deixe um comentário

A programação da 2ª Semana Nacional de Arquivos no APERS sofreu algumas alterações:

  • A Exposição Carris entre Arquivos: Trilhos de Preservação de História e Memória foi cancelada;
  • Na Oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”, não teremos palestra do Prof.ª Carla Rodeghero (UFRGS), e sim a condução das atividades pela Equipe do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS; e,
  • O lançamento do Projeto “Jogoteca Educativa do APERS” – Painel “Documentos e Jogos no Ensino de História” – terá falas do Prof. Nilton Mullet Pereira (FACED/UFRGS), e de Jéssica Gomes de Borba e Paulo Eduardo Fasolo Klein (Núcleo de Ação Educativa do Arquivo).

Por esses motivos, publicamos novamente a grade da programação, com as alterações, e a descrição dos eventos (clique para acessar).

Comunicado sobre o Seminário “130 Anos de Abolição Incompleta da Escravidão no Brasil 30 Anos de Constituição Cidadã: entre exclusão e representatividade”

Deixe um comentário

     A Comissão Organizadora do evento informa:

   Em decorrência do impacto sobre o transporte público da greve promovida pelos caminhoneiros, o seminário relativo aos 130 anos da abolição incompleta da escravatura e aos 30 anos da constituição cidadã não será realizado nos dias 28 e 29 de maio de 2018.
   Durante o decorrer da primeira semana do mês de junho, serão informadas as novas datas.

APERS na 2ª Semana Nacional de Arquivos: descrição dos eventos e inscrições

2 Comentários

   Como divulgamos, entre os dias 04 e 09 de junho, o Arquivo Público do RS participará da 2ª Semana Nacional de Arquivos com diferentes eventos, inclusive alguns acontecerão em parceria com outras instituições arquivísticas, centros de documentação e de memória.

   Para saber as informações da programação do APERS acesse aqui o arquivo com a descrição de cada evento (clique para acessar).

   A maioria dos eventos tem inscrição gratuita, apenas a Oficina de “Paleografia” terá custo de R$25,00 e a Visita Guiada ao “Cemitério da Santa Casa” terá custo de R$20,00. O pagamento deve ser feito, por depósito, para a Associação dos Amigos do APERS (CNPJ 01.347.417/0001-97), Banco: 041 Banrisul,  Agência: 100, Conta Poupança: 41.373.079.0-6.

   Para participar dos eventos do APERS na 2ª Semana Nacional de Arquivos, faça a sua inscrição neste link (clique para acessar). Ressaltamos que as inscrições para o I Júri Simulado da Memória Riograndense: Caso Maria Degolada, serão realizadas pelo e-mail geipsaju@gmail.com .

   Para mais informações, entre em contato por e-mail para sna.apers@yahoo.com ou por telefone 3288-9134.

Notícia relacionada:
APERS participará da 2ª Semana Nacional de Arquivos

Exposição 130 anos da Abolição: documentos de luta e liberdade

Deixe um comentário

    Maio de 2018 marca os 130 anos da Abolição da Escravidão no Brasil. Durante muito tempo o 13 de maio foi comemorado com honras à Princesa Isabel, filha do Imperador Dom Pedro II, que assinou a chamada Lei Áurea. Quem não lembra de ouvir referências à princesa benfeitora que “concedeu a liberdade” aos escravizados?

    Entretanto, cada vez mais tem sido presente a reflexão sobre o que levou Isabel, naquele momento, a determinar o fim do sistema jurídico que permitia a escravização no país, sobre os impactos de uma abolição sem qualquer tipo de compensação aos negros e negras libertos, ou sobre a luta pela liberdade empreendida ao longo de séculos, que contribuiu para tornar a escravidão insustentável. Longe de uma ação benevolente, a assinatura da Lei Áurea foi expressão de um processo histórico intenso, marcado por interesses políticos e econômicos nacionais e internacionais, por resistências cotidianas, por articulações diversas de movimentos abolicionistas…

    Certamente este processo pode ser estudado e melhor compreendido a partir de milhares de documentos salvaguardados pelo APERS, e disponíveis para consulta pública!

   Como forma de celebrar a vida, o trabalho e a resistência de mulheres e homens que lutaram por liberdade muito antes da Abolição oficial, destacamos alguns documentos que ajudam a refletir sobre tais trajetórias, com a singela mas significativa exposição 130 anos da Abolição: documentos de luta e liberdade.

   Entre 25 de maio e 01 de junho de 2018, das 08h30min às 17h, venha visitar aqui no APERS, Espaço Joel Abilio Pinto dos Santos (Rua Riachuelo, 1031, Centro Histórico. Porto Alegre/RS)!

Seminário “130 Anos de Abolição Incompleta da Escravidão no Brasil 30 Anos de Constituição Cidadã: entre exclusão e representatividade”

Deixe um comentário

O Arquivo Público sediará o Seminário “130 Anos de Abolição Incompleta da Escravidão no Brasil 30 Anos de Constituição Cidadã: entre exclusão e representatividade” – em homenagem à Luisa Mahin e Luiz Gama, que ocorrerá entre os dias 28 e 29 de maio de 2018, no Auditório do APERS.

O Seminário abordará temas sobre exclusão, representatividade, espaço político e democracia, políticas públicas, além do enfrentamento à violência institucional relacionadas às questões raciais, com o objetivo de subsidiar os trabalhos da Comissão da Verdade da Escravidão Negra da OAB-RS.

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas neste link (clique para acessar)!

Confira a programação e participe!

Mais informações estão disponíveis no site: www.cvenoabrs.wixsite.com/130-anos-abolicao .

APERS participará da 2ª Semana Nacional de Arquivos

Deixe um comentário

    No próximo mês teremos a 2ª Semana Nacional de Arquivos. A semana escolhida em comemoração ao Dia Internacional dos Arquivos: 9 de junho, que é uma data estabelecida pelo Conselho Internacional de Arquivos (ICA) em homenagem aos arquivos, fazendo parte de um calendário internacional. Além disso, o ICA lança um tema diferente a cada ano para inspirar os eventos. O deste ano é Governança, Memória e Herança.

    Este evento vem sendo organizado pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa, a partir de ações previstas no Plano Setorial de Arquivos (2017-2027), elaborado pelo Colegiado Setorial de Arquivos do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) do Ministério da Cultura, como um período de eventos em arquivos e outras instituições de memórias de todo o país, com o objetivo de aproximar essas instituições da sociedade e divulgar os valiosos trabalhos nelas desenvolvidos; as quais atuam como um instrumento facilitador do acesso à informação, de modo a apoiar o cidadão na defesa de seus direitos e a incentivar a produção de conhecimento científico e cultural – uma das funções dos arquivos. Ademais, a Semana enfatiza a potencialidade dos arquivos como equipamentos culturais, aumenta sua visibilidade, divulga os valiosos trabalhos desenvolvidos nesses espaços.

    O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) também participará desta 2ª edição da Semana Nacional de Arquivos com eventos diversificados, oferecendo visitas guiadas, exposições, oficinas, palestras, Encontro de Arquivistas e apresentações musicais.

    Confira a nossa programação e participe (clique na imagem para ampliar):

Quando ocorre a 2ª Semana Nacional de Arquivos?

  • Em 2018, sua 2ª edição será de 4 a 9 de junho.

Endereços:

  • ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (APERS): Rua Riachuelo, 1031, Centro Histórico, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3288-9100.
  • ARQUIVO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE: Rua 7 de Setembro, 1123, Centro, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3289-1692
  • CEMITÉRIO DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE PORTO ALEGRE: Av. Prof. Oscar Pereira, Azenha, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3223-2325
  • CIA CARRIS: Rua Albion, 385, Partenon, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3289-2100
  • CINEMATECA CAPITÓLIO: Rua Demétrio Ribeiro, 1085, Centro Histórico, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3289-7458
  • MEMORIAL MARTIM LUTERO: Rua Guilherme Schell, 467, Santo Antônio, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3223-9712

Quanto custa?

  • Oficina de Paleografia – dia 06/06/2018, entre 14h e 17h, no Auditório do APERS – R$ 25,00.
  • Visita ao Cemitério da Santa Casa – dia 06/06/2018, entre 18h e 20h – R$ 20,00.
  • Demais eventos: gratuitos.

    A programação nacional completa estará disponível no final de maio no site: http://semanadearquivos.arquivonacional.gov.br/.

APERS na 28ª Semana do Teatro de Bonecos

Deixe um comentário

   O teatro é arte, e a arte toca, estimula, constrói pontes para trocas de saberes e sentimentos. E o teatro de bonecos, então? Quem de nós não é capturado pela magia dos bonecos?! Pensando assim, desde 2009 o Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS tem mobilizado o potencial do teatro de bonecos de luva na oficina Os Tesouros da Família Arquivo, com uma esquete na qual “A família Arquivo conta sua história”!

   Nestes anos, já tivemos bonecos e cenário confeccionados pelo ilustrador e professor Bruno Ortiz, e agora, pelo Alberto Vermelho e Dênis Moreira, pessoal do Ateliê Nunes. Através deste contato, nos aproximamos do mundo do teatro de bonecos, e teremos a alegria de sermos parceiros e receber no dia 28 de abril, nos Jardins do APERS, a Mostra Institucional de Bonecos, parte da programação da 28ª Semana do Teatro de Bonecos do RS, que ocorre de 27 a 30 de abril. Na oportunidade, compartilharemos com o público nossa esquete, e conheceremos bonecos que fazem muita arte em outras instituições.

   A entrada para a Mostra Institucional é gratuita, e ocorrerá pela escadaria do Arquivo Público que dá acesso à Praça da Matriz. Venha prestigiar das 15h às 18h! Mais informações sobre o evento, clique aqui.

APERS comemorou seus 112 anos

Deixe um comentário

   Celebramos mais um aniversário do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul – APERS: 112 anos de uma trajetória de desafios, conquistas e afirmação em diversas searas. Ao longo deste período, o APERS foi palco de encontros com o passado e registros de transformações sociais, como de tempos em que o acesso aos documentos públicos e à produção de conhecimento eram privilégio de poucos; e tornou-se um lugar que presa pelo direito ao conhecimento, ao acesso à informação e ao patrimônio cultural.

   O início das comemorações foi realizado no dia 07 de março, pela Diretora do Arquivo Público, Aerta Moscon, que ressaltou o legado deixado pelo APERS para a sociedade. Logo após, teve a abertura da exposição ‘’ARQUIVO EM REVISTA” que reúne documentos administrativos emitidos por ex-diretores e fotografias de eventos do APERS. Em seguida foi realizada a palestra “Positivismo e Memória: A importância do positivismo na preservação e construção da memória nos arquivos” com os historiadores Paulo Moreira, Arnoldo Doberstein e Clarissa Sommer e mediação de Caroline Acco Baseggio.

   No dia 08 de março, data de fundação, aconteceu a Roda de Memória com a participação das ex-diretoras Eloá Maria Possebon, Rosani Gorete Feron e Isabel Oliveira Perna Almeida e a arquivista Neida Regina Ilha, representando o ex-diretor Carlos Aléssio Rossato, com mediação de Maria Cristina Fernandes. Cada uma pôde explanar sobre sua gestão e as contribuições no desenvolvimento de técnicas e metodologias para a qualificação da preservação dos documentos públicos do Estado, na promoção no campo da difusão do acervo e na melhoria do conjunto arquitetônico da Instituição. Alguns ex-diretores, que não puderam comparecer, enviaram mensagens.

   Na continuidade das comemorações, houve o lançamento da “Galeria de Diretores do APERS”, disponível no site institucional do Arquivo, com o objetivo de divulgar a biografia dos diretores que ocuparam o cargo desde a fundação do Arquivo até a gestão atual. A Galeria contempla, atualmente, a biografia de sete diretores com recorte temporal de 1987 a 2015, clique aqui para acessar. À medida que a pesquisa biográfica for avançando, as demais gestões serão inseridas no site.

   O Secretário da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos, Raffaele Di Cameli, presente no dia, parabenizou a todos pela trajetória e contribuições da Instituição. A solenidade contou com a presença de servidores, funcionários terceirizados, estagiários e convidados. Também prestigiaram o evento o Secretário Adjunto da Casa Civil, José Guilherme Kliemann, o Diretor-Geral da SMARH, Henrique Abrahão, e o Presidente da Associação de Amigos do APERS – AAAP, Daniel Leite.

   Por fim, como todo aniversário, teve Parabéns a Você, bolo e brinde! Foram momentos de reconhecimento pelo trabalho de cada um, que fez e faz parte da equipe do Arquivo Público, para que a instituição se mantenha viva e atuante.

   As atividades foram organizadas pelas arquivistas Iara Gomide Machado, Marta Helena de Araújo e Renata Pacheco de Vasconcellos e pela Técnica em Assuntos Culturais Caroline Baseggio, com o apoio da Associação do Amigos do Arquivo Público – AAAP, ASCOM/SMARH, DIPES/DEADM/SMARH, Museu da Comunicação Hipólito José da Costa e Museu Julio de Castilhos.

    Aproveitamos a oportunidade para convidá-los a fazer parte desta história também, conhecendo o Arquivo Público através das mídias sociais e, presencialmente, pesquisando na Sala de Pesquisa, participando das visitas guiadas e eventos.

    Lembramos que a exposição “ARQUIVO EM REVISTA” permanece aberta ao público até 30 de março de 2018. Venha prestigiar! (Rua Riachuelo, 1031 – Centro Histórico – Porto Alegre – RS. Das 8h30min às 17h no Espaço Joel Abílio Pinto dos Santos, Térreo.)

    Confira algumas fotos de evento abaixo e para ver o álbum dos 112 anos do APERS no Facebook, clique neste link.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Abaixo relacionamos os links sobre a repercussão dos eventos comemorativos pelos 112 anos do APERS nos meios de comunicação, clique para acessar:

APERS 112 ANOS: Eventos em comemoração ao aniversário do Arquivo Público do RS

Deixe um comentário

Com o objetivo de comemorar o aniversário de 112 anos do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul – APERS, no dia 08 de março, data de sua fundação, sua equipe organizou a Exposição ‘’ARQUIVO EM REVISTA” com abertura em 07 de março e encerramento em 31 de março de 2018. A exibição será realizada no espaço Joel Abílio Pinto dos Santos, localizado no andar térreo da Instituição e poderá ser visitada das 8h30min às 17h.

O Arquivo Público é um Departamento da Secretaria da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos – SMARH/RS – constituído pela Divisão de Preservação, Acesso e Difusão, pela Divisão de Gestão Documental e pela Seção de Apoio Administrativo. A partir desta estrutura, o APERS desenvolve atividades técnicas relacionadas à gestão documental do seu acervo – preservação e acesso à informação – e projetos culturais e educacionais, tais como oficinas para turmas escolares, cursos de formação para professores, capacitações para estudantes de graduação, seminários, palestras e exposições, aproveitando seus espaços culturais no intuito de difundir e gerar conhecimento. Dentre as atividades relacionadas ao acesso à informação, destacamos a disponibilização do acervo oriundo dos três Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e os atos registrados nos tabelionatos e cartórios de Registro Civil, por meio de solicitação prévia para consulta pública na sala de pesquisa da Instituição. Além disso, o conjunto arquitetônico em estilo neoclássico, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do RS pode ser visitado, mediante solicitação prévia. Vale destacar que, além das atividades descritas, o APERS atua como Órgão gestor do Sistema de Arquivos do Estado do RS – SIARQ/RS, sendo responsável pela assessoria relacionada à gestão documental para os órgãos da Administração Direta e Indireta do Estado.

Em paralelo à exposição estão previstos dois outros eventos: a Roda de Memória, retrospectiva em formato de mesa-redonda composta por ex-diretores que dirigiram a Instituição a partir de 1987 e o lançamento da Galeria  de Diretores, uma publicação digital histórico-biográfica dos diretores do APERS, disponibilizada em formato pdf.

A Roda de Memória tem como objetivo apresentar a contribuição dos gestores no desenvolvimento de técnicas e metodologias que resultaram na qualificação da preservação dos documentos sob a guarda do APERS, na promoção no campo da difusão do acervo e na melhoria do conjunto arquitetônico do APERS.

A Galeria de Diretores tem por objetivo disponibilizar a biografia dos trinta e cinco diretores que ocuparam o cargo desde a fundação do APERS, em 1906, até a gestão atual. Para o evento, o arquivo digital, disponível em nosso site, contemplará a biografia dos sete diretores a partir do ano de 1987. A medida que a pesquisa biográfica for sendo realizada, as demais gestões serão disponibilizadas para consulta.

Em nosso cotidiano geralmente não percebemos o papel da memória na formação da vida em sociedade. Assim, a realização de eventos dessa natureza permite atingir o propósito de preservação da memória, documentando a trajetória da Instituição e o envolvimento dos sujeitos que contribuíram com seu trabalho e ações, motivados por demandas do seu tempo e pela situação social, política e econômica da época. Acompanhar a trajetória dos ex-diretores do APERS é, em certa medida, seguir o curso funcional e administrativo da Instituição, com as transformações decorrentes desse processo, bem como registrar o legado e a história dos seus gestores, prestando uma homenagem pela contribuição dada para a existência centenária do APERS.

Exposição: ARQUIVO EM REVISTA – 7 de março de 2018 – às 18h30min (aberta diariamente das 9h até as 17h, até 30/03/2018)

Roda de memória: 8 de março de 2018 – das 14h até as 17h

Galeria Virtual de Diretores – 8 de março – às 17 h

Local:

Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul – APERS

Auditório Marcos Tramontini e Espaço Joel Abílio Pinto dos Santos

Rua Riachuelo, 1031 – Centro Histórico – Porto Alegre – RS

XIV Mostra de Pesquisa – Regulamento

Deixe um comentário

Está chegando a 14ª Edição da Mostra de Pesquisa do APERS, um daqueles eventos nos quais o Arquivo Público do RS materializa sua compreensão quanto aos processos de difusão documental e quanto ao necessário diálogo entre as instituições arquivísticas e de memória, as universidades, os centros de pesquisa e a sociedade.

Possui como objetivos: (a) oportunizar espaço para a divulgação e discussão da recente produção intelectual das ciências sociais, humanas e da informação, promovendo a interação entre a comunidade pesquisadora e os órgãos de guarda de acervos; (b) incentivar a utilização de fontes primárias documentais em trabalhos de pesquisa; (c)Incentivar a realização de estudos a respeito de instituições de memória, suas funções e ações; e (d) divulgar locais de pesquisas e seus respectivos acervos documentais.

Dessa forma, lançamos hoje o Regulamento da XIV Mostra de Pesquisa do APERS – para acessar clique aqui. Chamamos atenção para o período de 01 de março a 02 de maio, no qual devem ser submetidos os trabalhos para apresentação no Evento da XIV Mostra, que ocorrerá no mês de setembro. O evento é gratuito, tanto para apresentação de trabalhos quanto para ouvintes.

Todas as informações constam no regulamento e ficamos disponíveis para quaisquer dúvidas pelo e-mail mostradepesquisa@smarh.rs.gov.br e pelo telefone (51) 3288 9115.

Segue baixo, o cronograma do evento. Participe!

Estagiários do APERS defendem TCC

2 Comentários

    Entre hoje e segunda-feira (21/01) alguns de nossos estagiários apresentarão seus Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, todos alunos do Curso de Licenciatura em História. Esta é uma importante etapa da vida acadêmica, onde os futuros historiadores têm a oportunidade de vivenciar a pesquisa científica em acervos contextualizando e refletindo a partir da literatura especializada.

   Entre os pesquisadores, Sara Dalpiaz Carlos pesquisou em fontes primárias do Arquivo Público do RS e Guilherme da Silva Cardoso, Letícia Wickert Fernandes e Paulo Eduardo Fasolo Klein em fontes de outras instituições de memória ou literárias.

    No desejo de uma boa apresentação a todos, informamos a programação:

2017.01.17 Programação defesas TCCs Estagiários APERS alterado

 

Boas Festas e Ótimo 2018

Deixe um comentário

APERS sediará lançamento do livro “O Arquivo e o Lugar: custódia arquivística e responsabilidade pela proteção aos arquivos”

Deixe um comentário

    O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, em parceria com a Associação dos Arquivistas do Estado do Rio Grande do Sul, realizará o lançamento do livro “O Arquivo e o Lugar: custódia arquivística e responsabilidade pela proteção aos arquivos”, de Margareth da Silva, no dia 29 de novembro, às 18:30 horas.

    Haverá palestra da autora seguida de sessão de autógrafos no Auditório do Arquivo Público (Rua Riachuelo, 1031, Porto Alegre).

    Interessados em adquirir o livro podem realizar a compra acessando os seguintes links, conforme sua preferência:

  • Para retirada no dia do evento,  clique aqui – valor R$ 50,00
  • Para receber o livro pelos Correios, clique aqui – valor R$ 50,00 + frete

Ciclo de Palestras: Autores que Fizeram Nossa Cabeça

Deixe um comentário

APERS participou do evento eDOC Sul 2017

Deixe um comentário

    Arquivistas do Arquivo Público participaram, nos dias 30 e 31, do “eDOC Sul 2017 Paperless Cases – Gestão de documentos e informações: do ambiente físico ao digital”, onde foram apresentados casos de Gestão Eletrônica de Documentos – GED, em escritórios jurídicos, hospitais e em uma companhia aérea. Participaram os arquivistas Cléo Belicio Lopes, Jonas Ferrigolo Melo, Maria Cristina Kneipp Fernandes, Marta Helena de Araújo e Silvia de Freitas Soares.

   No evento, foi possível a atualização das relações com profissionais que trabalham ou que estavam em busca de soluções em GED, e sobre como está o mercado desta área, no que tange as tecnologias e ferramentas em uso. Foram vistos conceitos sobre “Big Data”, uma área da Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC, da qual os arquivistas precisam estar a par, para a gestão dos documentos digitais. Em muitas apresentações, pode-se observar bons conhecimentos sobre a realização e a importância do levantamento documental, do Plano de Classificação e da Tabela de Temporalidade de Documentos de Arquivo e o reconhecimento do profissional da informação, quando especificamente se fazia relação aos documentos arquivísticos, ao arquivista.

APERS participou do evento “Arquivos e Governança”

Deixe um comentário

    Na última segunda-feira (14), o Arquivo Público do Rio Grande do Sul (APERS) participou do evento “Arquivos e Governança”, promovido pelo Centro de Estudos Internacionais sobre Governo (CEGOV) e Programa de Aperfeiçoamento, Pesquisa e Estudos em Arquivos (PAPEArq) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

    O encontro visou aproximar a comunidade em geral da ideia de governança arquivística e proporcionou espaço para o debate de experiências em curso referentes aos estados participantes.

    Após a abertura, o evento teve a participação do Prof. José Maria Jardim (UNIRIO), que palestrou sobre a temática central e, à tarde, ocorreram as Mesas Redondas, com o compartilhamento de experiências.

    Sobre o tema Sistema de Arquivos, a arquivista do APERS Maria Cristina Kneipp Fernandes explanou sobre o Sistema de Arquivos do Estado do Rio Grande do Sul – SIARQ/RS, apresentando um histórico das principais funções desempenhadas e normativas elaboradas.

   Da mesma temática foram expostas práticas e resultados da Superintendente de Gestão Documental do Mato Grosso do Sul e, sobre Observatórios, houve apresentações do Observatório dos Arquivos da Região Metropolitana de Belo Horizonte, e apresentado o projeto do Observatório de Arquivos do Rio Grande do Sul, em desenvolvimento pelo PAPEArq.

 

Associação dos Amigos do APERS tem nova Diretoria para a Gestão 2017-2019

Deixe um comentário

     A Associação dos Amigos do APERS (AAAP) reuniu-se em Assembleia Geral no dia 27 de julho, às 17 horas, e com a presença de membros, associados, funcionários e funcionárias do Arquivo Público do Rio Grande do Sul (APERS) foram aprovados o relatório de atividades e prestação de contas da Associação do ano de 2016, e aclamada a nominata formada para a nova gestão da entidade, que estará à frente da AAAP entre julho de 2017 e julho de 2019.

     A AAAP tem como principais objetivos captar recursos financeiros que possibilitem a execução dos projetos culturais do APERS e auxiliar na elaboração e implementação de propostas técnico-culturais que garantam a visibilidade das atividades da Instituição.

A nominata da Diretoria eleita é a que segue:

Diretoria

  • Presidenta: Maristela Heck
  • Vice-presidente: Daniel Teixeira Meirelles Leite
  • Primeira Secretária: Romilda Jardim Raeder
  • Segundo Secretário: João Guilherme Burnett
  • Primeira Tesoureira: Clara Marli Scherer Kurtz
  • Segunda Tesoureira: Sônia America Sisto Burnett

Conselho Fiscal

Titulares

  • Luciane Mondin Cardoso Flores
  • Vinicius Mitto Navarro
  • Iara Gomide Machado

Suplentes

  • Anderson Fiori Portella
  • Iara Saraiva
  • João Alberto Licht Teixeira

   Faça parte desse grupo de amigos! Associe-se! Informações: aaaprs@gmail.com ou (51)3288-9122.

Participe do evento Arquivos e Governança

Deixe um comentário

PAPEARQ - Arquivos e Governança_promotores data local

Acontecerá, no dia 14 de agosto, das 10h às 18h, o evento Arquivos e Governança, que tem como objetivo aproximar a comunidade em geral da ideia de governança arquivística, apontando caminhos a respeito deste conceito e traçando perspectivas efetivas através das quais atores sociais podem se engajar na construção de políticas arquivísticas. O encontro será sediado pelo Auditório Nascente do Prédio Centenário da Escola de Engenharia (Praça Argentina, 9 – Campus Centro) e é aberto ao público

O evento é organizado pelo Centro de Estudos Internacionais sobre Governo (CEGOV) através do Programa de Aperfeiçoamento, Pesquisa e Estudos em Arquivos (PAPEArq), com apoio do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) e Associação dos Arquivistas do Rio Grande do Sul (AARS). A programação conta com o prof. José Maria Jardim (UNIRIO), que palestrará sobre a temática central, além de um espaço para o debate de experiências em curso referentes aos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

No dia, haverá também transmissão online das atividades. Interessados devem efetuar inscrição prévia pelo link disponibilizado. Demais informações e a programação completa podem ser acessadas no site do CEGOV.

PAPEARQ - Arquivos e Governança_Programação

PAPEARQ - Arquivos e Governança_promotores

Palestra “Gestão Documental: aplicações na Administração Pública”

Deixe um comentário

    No dia 26 de julho de 2017 acontecerá a palestra Gestão Documental: aplicações na Administração Pública, promovida pelo Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS), com apoio Departamento de Planejamento Organizacional (DEORG), órgãos da Secretaria da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos (SMARH).

    O evento será às 14h30min, no Auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari e será ministrado por Jonas Ferrigolo Melo, Arquivista do Arquivo Público do Estado. O evento terá a participação de órgãos do Poder Executivo que apresentarão suas boas práticas em gestão documental: DETRAN, com apresentação do Arquivista Carlos Alberto Lucena; DAER, com apresentação da Bibliotecária Lívia Job; e da SMARH, com apresentação da Arquivista Samantha Signor.

   A palestra visa disseminar a importância da gestão documental, das normativas estaduais e do uso dos instrumentos de gestão do Sistema de Arquivos do Estado do Rio Grande do Sul (SIARQ/RS), aliando a teoria com estratégias práticas de aplicação.

    A partir do conhecimento adquirido os servidores estarão melhores instrumentalizados para aplicar os procedimentos e operações técnicas que dizem respeito ao tratamento de documentos, desde sua produção, tramitação, uso, classificação e avaliação, visando sua eliminação ou guarda permanente, proporcionando agilidade com os trâmites administrativos, facilidade de localização de documentos, otimização de espaço físico e de recursos financeiros, além de fornecer subsídios para estratégias de responsabilidade socioambiental.

   Evento aberto a todos os servidores públicos interessados, com credenciamento na entrada, não sendo necessária inscrição prévia. O auditório permanecerá aberto enquanto houver espaço. Mais informações pelo e-mail siarq-apers@smarh.rs.gov.br e pelos telefones 3288-9114 ou 3288-1333.

Serviço:
O que: Palestra “Gestão Documental: aplicações na Administração Pública”
Quando: dia 26 de julho de 2017
Horário: 14:30 horas
Onde: Auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Av. Borges de Medeiros, 1501, Porto Alegre – RS).

APERS na 1ª Semana Nacional de Arquivos

Deixe um comentário

Entre 5 e 10 de junho aconteceu a I Semana Nacional de Arquivos, promovido pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa.

A Semana Nacional de Arquivos, inspirada na Noite dos Museus teve como finalidade abrir os arquivos para a cultura e divulgar o trabalho desenvolvido nas instituições arquivísticas e centros de memória e documentação de todo país. O evento ocorreu na Semana em que se celebra o Dia Internacional dos Arquivos, 9 de junho e reuniu mais de 100 instituições culturais em todo país, com programação diversa.

A Semana foi movimentada no APERS – Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, com o relançamento do Guia Arquitetônico de Porto Alegre, de autoria de Rodrigo Poltosi e Vlademir Roman, na noite do dia 08 de junho. A sessão de autógrafos foi precedida de palestra sobre o contexto histórico e a concepção que norteou a construção do Prédio I, resgatando aspectos importantes do entorno urbanístico, como a Praça da Matriz, Catedral e Capela do Divino, Palácio do Governo e Auditório Araújo Viana.

A seguir foi apresentado o Guia, publicado pela Editora Escritos, que reúne 100 fotos e apresenta uma visão geral do patrimônio arquitetônico, paisagístico e urbano da nossa Capital com um registro dos exemplos mais representativos que ilustram a evolução da cidade desde suas origens até a atualidade.

.

Na sexta-feira, dia 09 à tarde houve o Encontro dos Arquivistas, onde os servidores se reuniram para conversar sobre as atividades em andamento do Sistema de Arquivos do Estado do Rio Grande do Sul (SIARQ/RS) desenvolvidas no APERS..

Após, a apresentação de Quarteto de Violoncelo de alunas da Escola de Música da OSPA. As jovens, entre 11 e 25 anos, encantaram os presentes com interpretações de Piazzolla e Mahler entre outros.

O Conservatório Pablo Komlós – Escola de Música da OSPA é referência de qualidade no ensino musical no RS. A Escola é gratuita e tem como público alvo crianças e jovens entre 8 e 25 anos. Trata-se da única instituição de ensino voltada a formação de músicos de orquestra no Estado, oferecendo a estudantes de baixa renda a oportunidade de profissionalização na área.

O atual Diretor do Conservatório é o clarinetista Diego Grendene de Souza, músico da OSPA. Os contatos com a Escola podem ser feitos através do telefone: (51) 3228-6737 ou escolademusica.ospa@gmail.com.

Também na Semana houve diversas visitas guiadas que oportunizaram o conhecimento do acervo, bem como as particularidades relativas a salvaguarda de documentos e história do conjunto arquitetônico do APERS tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) em 1991. As visitas guiadas são realizadas semanalmente e podem ser agendadas através do e-mail visitas@smarh.rs.gov.br.

Os eventos realizados no APERS afirmaram esta Instituição como uma das mais importantes de nosso Estado na divulgação da memória, influindo diretamente na formação de uma consciência cidadã voltada à preservação documental e cultural. Clique aqui para ver as fotos dos eventos.

APERS participará da 1ª Semana Nacional de Arquivos

Deixe um comentário

    Vem aí a 1ª Semana Nacional de Arquivos, evento organizado pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa, que acontecerá entre os dias 5 a 10 de junho de 2017, semana escolhida em comemoração ao Dia Internacional dos Arquivos: 9 de junho.

    Conforme divulgado, através dessa iniciativa, as instituições arquivísticas, centros de memória e documentação e demais entidades que abrigam serviços de arquivos do Brasil, podem participar promovendo eventos a fim de atrair público variado. A ideia dos organizadores é abrir os arquivos para a sociedade e divulgar o trabalho de salvaguarda do patrimônio documental desenvolvido no país.

    O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) também participará da 1ª Semana Nacional de Arquivos com eventos diversificados, oferecendo visitas guiadas, relançamento do Guia de arquitetura de Porto Alegre com exposição fotográfica e palestra, Encontro de arquivistas e apresentação da escola da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). Confira a nossa programação e participe:

    Para acompanhar todos os participantes e eventos da 1ª Semana Nacional de Arquivos, clique aqui.

Older Entries Newer Entries

%d blogueiros gostam disto: