Lançamento Coletânea Resistência em Arquivo: Memória e História da Ditadura

Deixe um comentário

Capa PublicaçãoDurante o ano de 2014, uma equipe do APERS, composta por historiadoras e estagiários, criaram e alimentaram um blog temático chamado Resistência em Arquivo: Memória e História da Ditadura (Para acessar, clique aqui). Esse projeto foi elaborado para complementar as atividades desenvolvidas na Oficina de Educação Patrimonial Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos, oferecida para alunos do Ensino Médio desde o segundo semestre de 2013 pelo Programa de Educação Patrimonial – PEP UFRGS|APERS, e para promover diversas discussões suscitadas no ano em que a instauração de uma Ditadura Civil-militar no Brasil completou 50 anos.

Encerrado o projeto no final de dezembro de 2014, decidimos reunir o conteúdo de grande parte das postagens em uma coletânea, lançada hoje no Blog do Arquivo. Clique aqui para acessar a coletânea.

Observação: Sugerimos que utilizem o navegador Internet Explorer para acessar e baixar o arquivo. Por ele, garantimos o bom funcionamento dos hiperlinks.

Anúncios

Acervo custodiado pelo APERS é fonte de reportagem do Jornal Zero Hora

Deixe um comentário

     Nesse sábado, dia 13 de junho, o Jornal Zero Hora publicou a reportagem RS torna Público os nomes de vítimas da ditadura que pediram indenização (clique aqui par ler), cujo conteúdo foi produzido a partir de pesquisas realizadas no Acervo da Comissão Especial de Indenização custodiado pelo Arquivo Público do RS – tal acervo foi resultado do trabalho da Comissão Especial de Indenização que recebeu e avaliou pedidos de indenização pelo Estado do RS.

     Elaborada pelo Jornalista Humberto Trezzi, além do texto mais amplo, divulgado nessa notícia, também foi publicada uma matéria especial que recebeu o nome de O Custo da Repressão – Indenizados pela Ditadura.

Reportagem Zero Hora

     Além do texto, a reportagem especial conta com um vídeo produzido a partir de imagens do acervo e de depoimento. São veiculadas informações a respeito do Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil, disponível no site do APERS (clique aqui para acessar) como o número total de solicitações de indenização, o número de deferimentos e indeferimentos. Alguns casos particulares são apresentados aos leitores que ainda podem acessar depoimentos de Bona Garcia, Tarso Genro, Ademar Vargas de Freitas, Adair Batista Antunes e Suzana Lisboa, que se dispuseram a falar ao Jornal um pouco do contexto em que solicitaram, ou não, indenização e um pouco do funcionamento da Comissão Especial de Indenização.

     Por parte do APERS, a equipe da Zero Hora contou com o auxílio, após contato com a diretora Débora Flores, da equipe da Sala de Pesquisa e com a equipe de Pesquisa Histórica da Instituição.

Catálogo Seletivo “Resistência em Arquivo”: distribuição dos exemplares inicia na próxima semana!

Deixe um comentário

2015.01.21 Catalogo ResistenciaO projeto Catálogo Seletivo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil prevê a doação do catálogo para instituições voltadas para o ensino e a pesquisa sobre a história da ditadura no Brasil, como escolas de ensino médio da rede pública, universidades, arquivos, bibliotecas e organizações ligadas a essa temática. A distribuição do catálogo para as instituições mencionadas anteriormente, iniciará no dia 03 de fevereiro de 2015 na sede do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (Rua Riachuelo, nº 1031 – Centro Histórico | Porto Alegre). A entrega do exemplar se dará mediante assinatura do “Termo de Compromisso da Entidade” onde a instituição se compromete a deixar o material acessível para o uso comum. Acesse aqui a listagem de instituições contempladas. Para ler outras notícias sobre este catálogo, clique aqui.

Catálogo Seletivo “Resistência em Arquivo” disponível!

4 Comentários

2015.01.21 Catalogo ResistenciaApós a abertura política e a volta da democracia ao país, a temática da ditadura civil-militar brasileira passou a ocupar os principais espaços de debate público. Com a entrada em vigor da Lei de Acesso à Informação e dos trabalhos desenvolvidos pela Comissão Nacional da Verdade e Comissões Estaduais da Verdade, as discussões acerca da identificação, da preservação e do acesso a documentos cujos conteúdos remetem a violações dos direitos humanos, ganharam importância e transformaram-se em um dos campos historiográficos que mais avanços apresentaram na última década.

Diante deste cenário, o Arquivo Público do RS, como instituição detentora de importantes fontes históricas para o Estado, optou pela publicação de um catálogo tendo como base os processos administrativos oriundos da Comissão Especial de Indenização, instituída pela Lei Estadual nº 11.042, de 18 de novembro de 1997, de forma a contribuir para o desenvolvimento e a produção de pesquisas sobre este tema. Através desta lei, o Estado do Rio Grande do Sul reconheceu sua responsabilidade por danos físicos e psicológicos causados às pessoas detidas por motivos políticos, no período de 02 de agosto de 1961 a 15 de agosto de 1979 e estabeleceu normas para que fossem indenizadas.

O trabalho de construção deste instrumento de pesquisa foi desenvolvido por uma equipe técnica interdisciplinar formada por historiadores, arquivistas e estagiários que se dedicaram a analisar os processos administrativos de indenização na busca de informações relevantes para a composição do verbete.

A publicação do Catálogo Seletivo “Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil” foi realizada com recursos do Fundo de Apoio a Cultura (PRÓ-Cultura RS FAC) – Lei nº 13.490/10, em parceria da Associação dos Amigos do Arquivo Público do RS (AAAP/RS) e do Sistema Pró-Cultura do Estado. O financiamento viabilizou além da impressão, a publicação deste instrumento em formato braile para possibilitar o acesso de pessoas portadoras de deficiência visual, a estas informações tão importantes para nossa história recente.

Hoje disponibilizamos o catálogo em formato .pdf aqui no blog e em nosso site institucional, nos próximos meses disponibilizaremos a versão impressa e a versão em braile! Para acessar o catálogo, clique aqui.

Relatórios 2014 – DIPEP: Blog Resistência em Arquivo – Memória e História da Ditadura

Deixe um comentário

ZZ_Resistencia_em_Arquivo

O Blog Resistência em Arquivo é um dos produtos previstos dentro do Projeto Resistência em Arquivo, responsável por uma série de ações sobre a temática da Ditadura Civil-militar construídas pelo Arquivo Público a partir de processos administrativos de indenização custodiados pela instituição. Construído para compartilhar conteúdos sobre a Ditadura Civil-Militar Brasileira e sobre os Direitos Humanos, foi utilizado como uma ferramenta de divulgação dos projetos e das atividades desenvolvidas pelo Arquivo Público do RS e por outras instituições acerca do tema e como uma ferramenta de troca de conteúdo, principalmente com o público escolar, para acessá-lo clique aqui.

Entre as atividades desenvolvidas, destacamos: definição da plataforma e das artes do Blog, elaboração do Calendário de Postagens, pesquisas de conteúdo, e elaboração de postagens semanais (sempre as sextas-feiras). Desde novembro de 2013, 147 artigos (posts) foram produzidos e publicados semanalmente. Nesse mesmo período, o Blog foi visualizado 29.213 vezes.

Acreditamos que a Instituição, por meio de diferentes ações, participou, com seus diversos projetos, na ampla difusão de conteúdos relativos à Ditadura e ao Direitos Humanos nesse ano que marcou os 50 Anos do Golpe Militar. Dentre as ações, a utilização do Catálogo como mais um instrumento de pesquisa disponível no APERS e a oferta da Oficina de Educação Patrimonial Resistência em Arquivo, serão daqui para frente possibilidades permanentes de contato com a documentação e com a temática. Sobre o Blog Resistência, a equipe pensa já ter cumprido, nesse ano de 2014, a tarefa de colocar tal temática em papel de destaque na instituição através de pesquisa e elaboração de conteúdos diversos.

Para 2015, pensamos: em divulgar, na página institucional do facebook, os conteúdos já produzidos em 2014; em organizar uma coletânea com as postagens selecionadas pela equipe; em encerrar os trabalhos de postagens no Blog, mantendo, no entanto, a plataforma visível para o público; e em continuar difundindo a documentação custodiada pelo Arquivo que trata sobre o período, por meio de conteúdos postados no Blog Institucional do APERS.

Relatórios 2014 – DIPEP: Projeto Catálogo Seletivo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil

Deixe um comentário

2015.01.21 Catalogo ResistenciaA construção deste instrumento baseou-se no acervo resultante do trabalho da Comissão Especial de Indenização criada através da Lei 11.042, de 18 de novembro de 1997, onde o Estado do Rio Grande do Sul reconheceu sua responsabilidade pelos danos físicos e psicológicos causados às pessoas detidas por motivos políticos em órgãos ou por agentes públicos estaduais no período de 02 de agosto de 1961 a 15 de agosto de 1979, estabelecendo assim, normas para as mesmas fossem indenizadas. Este acervo composto por 1.704 processos administrativos de indenização oriundos da Secretaria de Segurança Pública, é custodiado pelo Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) desde 2008.

Este projeto se propõe a produzir em primeira mão um instrumento que facilite a pesquisa de estudantes e acadêmicos que desenvolvem seus trabalhos, teses e dissertações relacionadas à temática de ditaduras e direitos humanos, tema atual que tem ampla discussão no meio acadêmico e social. Como um dos objetivos propomos a publicação do catálogo que através de seus verbetes colaborará para o esclarecimento de fatos ocorridos no Brasil e em especial no Rio Grande do Sul durante o período da Ditadura Civil Militar.

O processo de descrição do acervo contou com as seguintes etapas: leitura dos processos administrativos de indenização e elaboração dos verbetes; correção dos campos que compõem o verbete; correção de dados do documento no Sistema AAP (sistema de busca informatizada onde o acervo está cadastrado); correção ortográfica; elaboração da introdução, das convenções adotadas, da apresentação, da conclusão, do mapa e índices que compõe o catálogo.

O Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil será disponibilizado em meio eletrônico no site do APERS, possibilitando o acesso irrestrito dos interessados no tema em qualquer local por meio da rede mundial de computadores. Desde sua construção o catálogo foi pensado para ser impresso e disponibilizado de forma gratuita para diversas entidades públicas que incentivem o ensino e a pesquisa, tendo também como preocupação a inclusão de pessoas portadoras de deficiência visual que possuem carência de publicações em braille relacionadas com a temática citada.

Para tanto, contamos com o apoio do Pró-Cultura, através do Fundo de Apoio a Cultura – FAC, escrevendo este projeto na finalidade – Apoio à Produção e Inovação Cultural, modalidade Pessoa jurídica (sem fins lucrativos), onde fomos contemplados com o valor de R$ 55.000,00 (cinquenta e cinco mil reais). Este recurso será utilizado na impressão de 03 catálogos em braille, visando sua distribuição para entidades voltadas às pessoas portadoras de deficiência visual bem como sua disponibilização para este público no APERS e na impressão de 500 catálogos para distribuição em instituições públicas como Arquivos, Bibliotecas, Universidades, Escolas de Ensino Médio do Rio Grande do Sul e Núcleos de Estudo voltados para a temática de Ditadura e Direitos Humanos.

A primeira etapa consistiu-se na busca de orçamentos junto a empresas especializadas na publicação de catálogos impressos e em braille; análise dos orçamentos recebidos e verificação do custo-benefício para implementação do projeto e levantamento das instituições públicas que receberão o catálogo (escolas de ensino médio, universidades, arquivos, bibliotecas, núcleos de estudos sobre ditadura, entre outros). A segunda etapa contemplou a revisão ortográfica; diagramação; elaboração de arte da capa; impressão de 500 cópias do catálogo. A confecção de releases e produção de banner, bem como a transcrição e impressão de 03 cópias do catálogo em braille e disponibilização do catálogo em formato eletrônico, tarefas que fazem parte da terceira etapa, estão em andamento.

Acreditamos que além de ajudar na preservação do acervo físico, uma vez que o pesquisador poderá levantar informações primordiais através do catálogo, evitando assim o manuseio desnecessário dos documentos originais, o Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil contribuirá para a democratização e difusão destas informações, bem como viabilizará, através de sua publicação em braille, o conhecimento a portadores de deficiência visual sobre este período histórico, proporcionando assim sua inclusão social.

Lançamento Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias es Histórias da Ditadura no Brasil

Deixe um comentário

     Na última semana, durante os dias 22, 23 e 24 de abril, o Arquivo Público do RS (APERS) lançou o Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil. Este instrumento de pesquisa é composto por verbetes elaborados a partir dos 1704 processos administrativos resultantes do trabalho da Comissão Especial de Indenização.

     A mesa de abertura do evento foi composta pela Diretora Isabel Almeida, que contou o contexto de nascimento do projeto e porque a equipe do APERS optou pela descrição destes documentos. Em seguida, a historiadora Vanessa Menezes expôs a trajetória da equipe no processo de elaboração do catálogo, demonstrando, por exemplo, como os campos dos verbetes foram definidos. Finalizando a noite, a historiadora Nôva Brando apontou de que forma este acervo pode ser utilizado na construção de pesquisa histórica, bem como propostas de trabalhos pedagógicos a partir desta documentação.

     Na segunda noite estiveram presentes Marta Maria Sica da Rocha, César Augusto Tejera de Ré e Rita Maurício, familiares de pessoas que solicitaram o benefício junto ao Estado do Rio Grande do Sul. Os convidados relataram as prisões e maus-tratos sofridos por membros de suas famílias e de que forma esta detenção afetou suas vidas.

     Já no dia 24 foi exibido o documentário Os 15 filhos, de Maria de Oliveira e Marta Nehring. Após o filme foi aberto um espaço para os comentários de Bárbara Conte da Clínica do Testemunho/SIG RS, Tânia Kolker e Vera Vital Brasil da Clínica do Testemunho/RJ.

    O Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil será disponibilizado para estudantes, pesquisadores, sociedade em geral, no site do APERS no prazo de um mês. Será publicada também uma versão em braile que viabilizará o acesso para portadores de deficiência visual que terão, através deste instrumento, a possibilidade de conhecer um pouco mais sobre este período.

     O projeto será realizado com recursos do Fundo de Apoio a Cultura (PRÓ-Cultura RS FAC), através da parceria com a Associação dos Amigos do Arquivo Público (AAAP). Este financiamento viabilizará a publicação e distribuição do catálogo em instituições públicas como arquivos, bibliotecas, universidades, escolas de ensino médio do Rio Grande do Sul e núcleos de estudo voltados para este tema.

     Acredita-se que a publicação deste instrumento de pesquisa, que relata uma parte importantíssima da história do Brasil, possibilitará que a sociedade estude os acontecimentos da época sobre diferentes perspectivas: política, direitos humanos e democracia, de forma a construir uma sociedade mais justa e igualitária.

     Confira abaixo a entrevista concedida pela Diretora Isabel e historiadora Vanessa ao programa Estação Cultura da TVE RS, e fotos do evento.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Older Entries

%d blogueiros gostam disto: