Pesquisando no Arquivo: Secretaria da Justiça IV

Deixe um comentário

Hoje finalizamos a sequência de postagens referente aos processos de utilidade pública do acervo da Secretaria da Justiça com enfoque nos serviços prestados à coletividade em âmbito histórico-cultural. A cultura possui um papel de grande importância na sociedade, operando de certa maneira como um forte agente de identificação pessoal e social. Na busca de contribuir com a construção destas identidades estão as propostas dos museus, entidades que se caracterizam como espaços de memória dedicados à preservação da cultura. Nesta perspectiva, localizamos processos administrativos de solicitação de declaração e de manutenção de utilidade pública do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo, compreendidos entre os anos de 1978 a 1982.

Com o propósito de ressignificar a presença alemã em território nacional, viabilizar as discussões sobre o teuto-brasileiro e sobre a nacionalização surge como proposta a criação de um museu que viesse a contribuir com a memória da Colônia Alemã de São Leopoldo, desta maneira tornando-se um centro de referência de conservação e pesquisa voltadas à imigração alemã. O Museu Histórico Visconde de São Leopoldo foi fundado em 20 de setembro de 1959, e traz como peculiaridade o fato de ser o primeiro museu no Brasil dedicado a esta temática. Situado em São Leopoldo, município considerado o “berço da imigração alemã”, o Museu é uma entidade cultural privada, sem fins lucrativos.

A instituição possui um dos acervos mais importantes sobre a imigração alemã do país. Atualmente conta com cerca de 35.000 itens do acervo tridimensional, 30.000 fotografias, cerca de 360 títulos de jornais (parte em alemão) e 250.000 documentos. Compreende também uma biblioteca com mais de 24.000 livros referentes à história do Rio Grande do Sul e da imigração alemã. Defronte à dimensão numérica do acervo do Museu torna-se presumível a sua relevância cultural para a cidade e região e sua forte contribuição na construção da identidade local.

Como forma de propagar suas memórias e se aproximar do público, uma das propostas utilizadas pelo Museu são as visitas ao acervo exposto. Mencionadas já nos relatórios analisados e prosseguindo até os dias de hoje, as visitas são marcadas com antecedência e contam com um guia que acompanha o grupo no intuito de compartilhar o seu conhecimento acerca do acervo em questão e sanar eventuais dúvidas que possam surgir. Durante o período analisado (1978-1982), a média anual relatada circula entre 10.000 a 12.000 visitantes, que se dividem em grupos escolares, sociedade em geral e pesquisadores, especificados nos relatórios.

Os processos administrativos referentes a declaração e manutenção de utilidade pública do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo compõem mais uma dentre as viabilidades de pesquisa no acervo da Secretaria da Justiça. Assim, encerramos a série de postagens destinadas a difundir as diversas possibilidades de linhas de pesquisas que integram o acervo da Secretaria da Justiça. Como citamos em postagem anterior, os processos de utilidade pública constituem a parcela do acervo que já está disponível ao público. Se você tiver interesse em pesquisar estes documentos, envie um e-mail para a Sala de Pesquisa do APERS (saladepesquisa@smarh.rs.gov.br) e solicite seu atendimento!

Referência: http://www.museuhistoricosl.com.br/index.cfm

Notícias relacionadas:

Divulga APERS – Novidades

Acervo disponível para pesquisa: Secretaria da Justiça

Pesquisando no Arquivo: Secretaria da Justiça I

Pesquisando no Arquivo: Secretaria da Justiça II

Pesquisando no Arquivo: Secretaria da Justiça III

Anúncios

Visita Guiada ao Cemitério da Santa Casa de Porto Alegre

Deixe um comentário

Considerando que há no acervo do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul inventários e testamentos relativos a personalidades enterradas no Cemitério da Santa Casa, como Júlio de Castilhos e Borges de Medeiros, o APERS e a Associação dos Amigos do APERS estão organizando visita guiada àquele Cemitério.

A visita será coordenada por Daniel Teixeira Meirelles Leite, Graduado em História pela PUC/RS e Pós Graduado em Patrimônio Histórico e Cultura pela Universidade da Região da Campanha – URCAMP. Daniel é genealogista e pesquisador de arte cemiterial tendo publicações nessas duas temáticas, além de atuar como guia turístico voluntário no Cemitério da Santa Casa de Porto Alegre.

Atenção: inscrições para o Curso Educação Patrimonial, Cidadania e Direitos Humanos!

Deixe um comentário

Chamada para inscrições

Está chegando ao fim o prazo para inscrições no Curso “Educação Patrimonial, Cidadania e Direitos Humanos”! Se você tem interesse, nos escreva até às 16h de amanhã, 22/09/17. Caso já tenhas escrito, e não tenhas recebido resposta por e-mail, por favor, reencaminhe sua mensagem de inscrição.

Confira a programação completa clicando aqui.

Comunicado

Deixe um comentário

Informamos que o curso de Gestão Documental e o Estágio Curricular em História, que seriam realizados nos meses de setembro e outubro, respectivamente, foram cancelados. Quando definidas novas datas, faremos a divulgação.

Habilitações para casamento: índices disponíveis III

Deixe um comentário

Informamos que os relatórios dos Processos de Habilitação para Casamento dos Cartórios do Registro Civil de Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Quaraí, Rio Grande, Rio Pardo e Rosário do Sul encontram-se disponíveis para consulta.

Até o momento, foram revisados 82.553 processos de Habilitação para Casamento de 1.447 caixas divididos em 44 cartórios do registro civil.

Abaixo disponibilizaremos os índices dos fundos contendo só dados básicos dos documentos indexados no sistema AAP (para acessar, clique em cima dos links):

Cartório de Pelotas

Cartório de Pinheiro Machado

Cartório de Piratini

Cartório de Quaraí

Cartório de Rio Grande

Cartório de Rio Pardo

Cartório de Rosário do Sul

Se você tiver interesse em consultar estes documentos em nossa Sala de Pesquisa, envie um e-mail para: saladepesquisa@smarh.rs.gov.br e solicite seu atendimento.

Notícias relacionadas:

Habilitações para Casamento: índices disponíveis I

Habilitações para casamento: índices disponíveis II 

Atendimento APERS

Deixe um comentário

Para mais informações, clique aqui.

Educação Patrimonial, Cidadania e Direitos Humanos: participe da 7ª edição de nosso curso de formação para professores!

Deixe um comentário

Entre hoje e o dia 20/09 estão abertas as inscrições para a 7ª edição do curso de formação para professores do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS! A participação é gratuita, com certificado de 40h. As vagas são limitadas, e serão destinadas, preferencialmente, para professores em pleno exercício de sala de aula.

Interessados devem enviar e-mail para acaoeducativa@smarh.rs.gov.br. Confira a programação:

Cartaz Curso PEP Profs 2017

Older Entries Newer Entries

%d blogueiros gostam disto: