APERS na 2ª Semana Nacional de Arquivos: descrição dos eventos e inscrições

Deixe um comentário

   Como divulgamos, entre os dias 04 e 09 de junho, o Arquivo Público do RS participará da 2ª Semana Nacional de Arquivos com diferentes eventos, inclusive alguns acontecerão em parceria com outras instituições arquivísticas, centros de documentação e de memória.

   Para saber as informações da programação do APERS acesse aqui o arquivo com a descrição de cada evento (clique para acessar).

   A maioria dos eventos tem inscrição gratuita, apenas a Oficina de “Paleografia” terá custo de R$25,00 e a Visita Guiada ao “Cemitério da Santa Casa” terá custo de R$20,00. O pagamento deve ser feito, por depósito, para a Associação dos Amigos do APERS (CNPJ 01.347.417/0001-97), Banco: 041 Banrisul,  Agência: 100, Conta Poupança: 41.373.079.0-6.

   Para participar dos eventos do APERS na 2ª Semana Nacional de Arquivos, faça a sua inscrição neste link (clique para acessar). Ressaltamos que as inscrições para o I Júri Simulado da Memória Riograndense: Caso Maria Degolada, serão realizadas pelo e-mail geipsaju@gmail.com .

   Para mais informações, entre em contato por e-mail para sna.apers@yahoo.com ou por telefone 3288-9134.

Notícia relacionada:
APERS participará da 2ª Semana Nacional de Arquivos
Anúncios

APERS participará da 2ª Semana Nacional de Arquivos

Deixe um comentário

    No próximo mês teremos a 2ª Semana Nacional de Arquivos. A semana escolhida em comemoração ao Dia Internacional dos Arquivos: 9 de junho, que é uma data estabelecida pelo Conselho Internacional de Arquivos (ICA) em homenagem aos arquivos, fazendo parte de um calendário internacional. Além disso, o ICA lança um tema diferente a cada ano para inspirar os eventos. O deste ano é Governança, Memória e Herança.

    Este evento vem sendo organizado pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa, a partir de ações previstas no Plano Setorial de Arquivos (2017-2027), elaborado pelo Colegiado Setorial de Arquivos do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) do Ministério da Cultura, como um período de eventos em arquivos e outras instituições de memórias de todo o país, com o objetivo de aproximar essas instituições da sociedade e divulgar os valiosos trabalhos nelas desenvolvidos; as quais atuam como um instrumento facilitador do acesso à informação, de modo a apoiar o cidadão na defesa de seus direitos e a incentivar a produção de conhecimento científico e cultural – uma das funções dos arquivos. Ademais, a Semana enfatiza a potencialidade dos arquivos como equipamentos culturais, aumenta sua visibilidade, divulga os valiosos trabalhos desenvolvidos nesses espaços.

    O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) também participará desta 2ª edição da Semana Nacional de Arquivos com eventos diversificados, oferecendo visitas guiadas, exposições, oficinas, palestras, Encontro de Arquivistas e apresentações musicais.

    Confira a nossa programação e participe (clique na imagem para ampliar):

Quando ocorre a 2ª Semana Nacional de Arquivos?

  • Em 2018, sua 2ª edição será de 4 a 9 de junho.

Endereços:

  • ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (APERS): Rua Riachuelo, 1031, Centro Histórico, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3288-9100.
  • ARQUIVO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE: Rua 7 de Setembro, 1123, Centro, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3289-1692
  • CEMITÉRIO DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE PORTO ALEGRE: Av. Prof. Oscar Pereira, Azenha, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3223-2325
  • CIA CARRIS: Rua Albion, 385, Partenon, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3289-2100
  • CINEMATECA CAPITÓLIO: Rua Demétrio Ribeiro, 1085, Centro Histórico, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3289-7458
  • MEMORIAL MARTIM LUTERO: Rua Guilherme Schell, 467, Santo Antônio, Porto Alegre/RS. Telefone: (51)3223-9712

Quanto custa?

  • Oficina de Paleografia – dia 06/06/2018, entre 14h e 17h, no Auditório do APERS – R$ 25,00.
  • Visita ao Cemitério da Santa Casa – dia 06/06/2018, entre 18h e 20h – R$ 20,00.
  • Demais eventos: gratuitos.

    A programação nacional completa estará disponível no final de maio no site: http://semanadearquivos.arquivonacional.gov.br/.

APERS na 1ª Semana Nacional de Arquivos

Deixe um comentário

Entre 5 e 10 de junho aconteceu a I Semana Nacional de Arquivos, promovido pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa.

A Semana Nacional de Arquivos, inspirada na Noite dos Museus teve como finalidade abrir os arquivos para a cultura e divulgar o trabalho desenvolvido nas instituições arquivísticas e centros de memória e documentação de todo país. O evento ocorreu na Semana em que se celebra o Dia Internacional dos Arquivos, 9 de junho e reuniu mais de 100 instituições culturais em todo país, com programação diversa.

A Semana foi movimentada no APERS – Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, com o relançamento do Guia Arquitetônico de Porto Alegre, de autoria de Rodrigo Poltosi e Vlademir Roman, na noite do dia 08 de junho. A sessão de autógrafos foi precedida de palestra sobre o contexto histórico e a concepção que norteou a construção do Prédio I, resgatando aspectos importantes do entorno urbanístico, como a Praça da Matriz, Catedral e Capela do Divino, Palácio do Governo e Auditório Araújo Viana.

A seguir foi apresentado o Guia, publicado pela Editora Escritos, que reúne 100 fotos e apresenta uma visão geral do patrimônio arquitetônico, paisagístico e urbano da nossa Capital com um registro dos exemplos mais representativos que ilustram a evolução da cidade desde suas origens até a atualidade.

.

Na sexta-feira, dia 09 à tarde houve o Encontro dos Arquivistas, onde os servidores se reuniram para conversar sobre as atividades em andamento do Sistema de Arquivos do Estado do Rio Grande do Sul (SIARQ/RS) desenvolvidas no APERS..

Após, a apresentação de Quarteto de Violoncelo de alunas da Escola de Música da OSPA. As jovens, entre 11 e 25 anos, encantaram os presentes com interpretações de Piazzolla e Mahler entre outros.

O Conservatório Pablo Komlós – Escola de Música da OSPA é referência de qualidade no ensino musical no RS. A Escola é gratuita e tem como público alvo crianças e jovens entre 8 e 25 anos. Trata-se da única instituição de ensino voltada a formação de músicos de orquestra no Estado, oferecendo a estudantes de baixa renda a oportunidade de profissionalização na área.

O atual Diretor do Conservatório é o clarinetista Diego Grendene de Souza, músico da OSPA. Os contatos com a Escola podem ser feitos através do telefone: (51) 3228-6737 ou escolademusica.ospa@gmail.com.

Também na Semana houve diversas visitas guiadas que oportunizaram o conhecimento do acervo, bem como as particularidades relativas a salvaguarda de documentos e história do conjunto arquitetônico do APERS tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) em 1991. As visitas guiadas são realizadas semanalmente e podem ser agendadas através do e-mail visitas@smarh.rs.gov.br.

Os eventos realizados no APERS afirmaram esta Instituição como uma das mais importantes de nosso Estado na divulgação da memória, influindo diretamente na formação de uma consciência cidadã voltada à preservação documental e cultural. Clique aqui para ver as fotos dos eventos.

APERS participará da 1ª Semana Nacional de Arquivos

Deixe um comentário

    Vem aí a 1ª Semana Nacional de Arquivos, evento organizado pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa, que acontecerá entre os dias 5 a 10 de junho de 2017, semana escolhida em comemoração ao Dia Internacional dos Arquivos: 9 de junho.

    Conforme divulgado, através dessa iniciativa, as instituições arquivísticas, centros de memória e documentação e demais entidades que abrigam serviços de arquivos do Brasil, podem participar promovendo eventos a fim de atrair público variado. A ideia dos organizadores é abrir os arquivos para a sociedade e divulgar o trabalho de salvaguarda do patrimônio documental desenvolvido no país.

    O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS) também participará da 1ª Semana Nacional de Arquivos com eventos diversificados, oferecendo visitas guiadas, relançamento do Guia de arquitetura de Porto Alegre com exposição fotográfica e palestra, Encontro de arquivistas e apresentação da escola da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). Confira a nossa programação e participe:

    Para acompanhar todos os participantes e eventos da 1ª Semana Nacional de Arquivos, clique aqui.

APERS recebe a visita do Diretor do Arquivo Nacional

Deixe um comentário

    Na manhã desta quarta-feira, dia 25 de janeiro, José Ricardo Marques, Diretor do Arquivo Nacional (AN), esteve no Arquivo Público do Rio Grande do Sul (APERS), acompanhado por integrantes da Câmara Técnica de Capacitação de Recursos Humanos (CTCRH) do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), professores Sérgio Guedes de Souza e Adriana Cox Hollos, presidente da CTCRH.

   Em reunião com arquivistas da Divisão de Gestão Documental, Maria Cristina Kneipp Fernandes e Cléo Belicio Lopes; foi manifestado o interesse em constituir uma parceria do Arquivo Nacional com o APERS visando realizar a capacitação, na área arquivística, de mulheres em situação de vulnerabilidade social e um projeto de gestão dos prontuários do Sistema Penitenciário, ambos inseridos no Plano Nacional de Segurança Pública, do qual o AN participa.

2017-01-25-visita-diretor-arquivo-nacional-01

Servidores do Arquivo Nacional e Arquivo Público do RS: Caroline, Sérgio, Adriana, Silvia, Iara, Marta, Maria Cristina, José Ricardo e Cléo.

APERS recebe a visita do Diretor do Arquivo Nacional

Deixe um comentário

     Dia 03 de junho Jaime Antunes, Diretor do Arquivo Nacional, esteve no Arquivo Público do RS. Em reunião com a Diretora do APERS, Débora Flores, e a historiadora Nôva Brando, foram pautas discussões a respeito da disponibilização de acervos no geral e, em particular, da disponibilização e digitalização dos acervos da Comissão Especial de Indenização e da Comissão Estadual da Verdade do RS via Projeto Memórias Reveladas.

     Em companhia de Débora, Nôva e das arquivistas Maria Cristina Fernandes e Aerta Moscon, o Diretor visitou as dependências do APERS, em especial o Prédio I. E, a seguir, a equipe do APERS pôde assistir uma fala de Jaime Antunes no Auditório Marcos Justo Tramontini, momento no qual foram abordadas questões relativas a políticas públicas de arquivos e a contribuição da Lei de Acesso à Informação para ampliação e consolidação dos trabalhos desenvolvidos pelos arquivos públicos, naquilo que diz respeito tanto as suas funções junto à administração, quanto à garantia de direitos aos cidadãos e à preservação da memória.

Publicado os Anais do I Seminário Internacional Documentar a Ditadura: Arquivos da Repressão e da Resistência

Deixe um comentário

Capa da PublicaçãoNo mês de junho de 2013, servidoras do APERS participaram do I Seminário Internacional Documentar a Ditadura, organizado pelo Arquivo Nacional na cidade do Rio de Janeiro. Além do envolvimento nas discussões como ouvintes, as servidoras apresentaram comunicações que retrataram algumas das ações desenvolvidas pelo Projeto Resistência em Arquivo e pelo Programa de Educação Patrimonial do APERS, realizado em parceria com a UFRGS.

A partir dessas apresentações, foram escritos artigos, agora publicados nos Anais do Evento. O primeiro deles, escrito por Renata Vasconcellos (arquivista) e Vanessa de Menezes (historiadora), chama-se A Importância da elaboração de instrumentos de pesquisa para o resgate da memória: a experiência do Arquivo Público do estado do rio Grande do Sul na confecção de um catálogo seletivo da documentação da Comissão Especial de Indenização. Esse texto relata o processo de elaboração de mais um instrumento de pesquisa relativo à documentação custodiada por nossa instituição. Trata-se da construção de verbetes individualizados que originarão um catálogo seletivo dos processos administrativos de indenização produzidos pela Comissão Especial de Indenização, instituída pela Lei Estadual nº 11.042/97, que guardam inúmeras informações sobre o período da ditadura civil-militar no Brasil e especialmente no Rio Grande do Sul.

O segundo, escrito por Clarissa Sommer e Nôva Brando (historiadoras), chama-se Ditadura, Direitos Humanos, Arquivos e Educação a partir do patrimônio: documentar a ditadura para que(m)?. Tal texto propôs uma discussão acerca do papel das instituições arquivísticas e de seus acervos no contexto de luta por memória, verdade e justiça, compreendendo que as ações de lugares custodiadores de documentação sobre o período da Ditadura podem extrapolar a viabilização de pesquisas históricas e a garantia de direitos às vítimas e seus familiares, fomentando também a ampliação do acesso a tais documentos, especialmente no processo de ensino e aprendizagem na Educação Básica. Essa discussão foi possível, a partir da construção de uma nova oficina de educação patrimonial, Resistência em Arquivo, destinada aos alunos do ensino médio, que tem como fonte histórica e pedagógica os já citados processos administrativos de indenização.

Clique aqui e confira, na íntegra, os textos, as discussões e as reflexões realizadas pelas autoras no evento.

Para acessar outras notícias sobre esse evento clique aqui.

Older Entries

%d blogueiros gostam disto: