Realizado evento de lançamento do livro “Primitivos Digitais: uma abordagem arquivística” no APERS

Deixe um comentário

     O Arquivo Público do Estado, em parceria com a Associação dos Arquivistas do Rio Grande do Sul, promoveu na última quinta-feira, dia 03, o lançamento do livro “Primitivos Digitais: uma abordagem arquivística” de Charlley Luz.

   O evento iniciou com uma palestra de Charlley, que contou com a participação do professor do Curso de Arquivologia da UFRGS Moisés Rockembach, onde abordaram conteúdos do livro, reflexões sobre teorias arquivísticas, as novas tecnologias do mundo da informação e as plataformas digitais.

     Ao final, o autor autografou exemplares do livro e o público presente pode desfrutar de um coquetel no jardim do APERS. Confira abaixo algumas imagens!

Anúncios

APERS Entrevista: Débora Flores

2 Comentários

2015.04.29  APERS Entrevista Debora Flores    Para apresentar a nova Diretora do Arquivo Público do RS, preparamos este APERS Entrevista onde a mesma pode contar sobre sua formação, experiência profissional e sua proposta de trabalho.

     Débora Flores, 30 anos, iniciou as atividades como Diretora do Departamento de Arquivo Público no mês de março e teve sua nomeação publicada no Diário Oficial do Estado no dia 10 de abril (clique para visualizar). Confira abaixo a entrevista!

Blog do APERS: Iniciando com uma apresentação: conte sobre a tua formação, como decidiu por Arquivologia e sobre tua experiência profissional.

Débora: Sou formada em Arquivologia pela Universidade Federal de Santa Maria no ano de 2005, com Especialização em Gestão de Negócios pela FAMES e Mestrado em Patrimônio Cultural pela UFSM. Minha escolha profissional sempre foi muito tranquila, pois sempre quis trabalhar com a área de documentação, e tive uma relação muito próxima com a Arquivologia desde cedo, quando um tio meu começou a cursar Arquivologia ainda em 1997. No decorrer da minha formação, acabei me inserindo em diversas áreas de atuação, desde o trabalho com consultoria em instituições privadas, órgãos públicos enquanto servidora federal e docente como professora substituta. Também interajo muito com a Pesquisa, participando como membro de um Grupo de Pesquisa CNPQ, o qual proporciona que eu ministre capacitações e treinamentos pelo Brasil afora. Um envolvimento muito grande nos últimos três anos, foi a participação no movimento associativista da Arquivologia no Brasil. Atualmente estou encerrando o mandato como Presidente da Associação dos Arquivistas do RS, durante o qual sediamos o VI Congresso Nacional de Arquivologia com sucesso de público e crítica, culminando com a criação do Fórum Nacional de Associações de Arquivologia do Brasil, que vem a ser um importante marco para a união da área. Agora, inicio uma nova etapa profissional, com o desafio de dirigir a maior instituição arquivística do estado (APERS), e coordenar o tão importante Sistema de Arquivos do Estado (SIARQ/RS).

Blog do APERS: Com uma carreira profissional desenvolvida desde 2005, atuando no setor privado e no serviço público federal, que contribuições tu acreditas trazer para o APERS e como vês este desafio?

Débora: Acredito que conseguiremos oxigenar os projetos, a visão do que deve ser o APERS para a sociedade e principalmente para uma gestão estratégica e moderna do acervo documental do Estado. Venho com propostas de parcerias com instituições que possam nos subsidiar para uma gestão inovadora e moderna, a exemplo das universidades, que através dos seus Cursos de Graduação e Pós-Graduação podem auxiliar na implementação de diferentes ações. O desafio é grande, preservar e disponibilizar cada vez mais a memória do Estado, retratada em nossos documentos, mas principalmente implementar novas ferramentas de gestão documental, assumindo políticas e diretrizes de gestão arquivística com o uso de tecnologias. Acredito ainda, que as experiências nas diferentes áreas de atuação enquanto arquivista, bem como a experiência no âmbito da Administração Pública Federal e seus Sistemas de Gestão Documental, possibilitam a priorização de algumas ações estratégicas e estruturantes necessárias ao trabalho arquivístico no APERS.

Blog do APERS: Em 1989 foi criado o Sistema de Arquivos do Estado (SIARQ/RS) composto por comitês e órgãos, com diferentes competências. Como você pensa que o APERS, órgão gestor do Sistema, pode instigar os demais órgãos a atuarem juntos visando a implementação efetiva de gestão documental no Estado?

Débora: O primeiro passo é ter um caso de sucesso para servir de modelo e inspiração. Nossa ideia é termos na nossa Secretaria, a SMARH, a efetiva gestão documental com a utilização dos instrumentos arquivísticos, e partir dos resultados alcançados nessa Secretaria para a sensibilização dos demais órgãos integrantes do SIARQ/RS. É necessário mostrar os benefícios da aplicação da gestão documental, e realmente alguns desse benefícios são perceptíveis a médio e longo prazo, o que dificulta a manutenção e continuidade das ações. No entanto, nossa missão é trabalhar muito forte na sensibilização dos gestores para que se tenham projetos com uma visão a longo prazo. Outra questão muito importante é a capacitação dos servidores como um todo, visando a gestão arquivística de documentos já na produção dos documentos, sejam eles em suporte papel ou em meio digital através de sistemas informatizados. Para tanto, já estamos fortalecendo a qualificação e aperfeiçoamento da equipe do APERS. Trabalharemos ainda, com um planejamento estratégico, composto por metas e com cronogramas de implementação e acompanhamento, traçando um acompanhamento mais efetivo aos órgãos que estiverem aplicando os instrumentos normativos do SIARQ/RS.

Blog do APERS: Para conhecermos um pouco mais sobre você, fale-nos sobre quem é a Débora quando está fora do trabalho, em família e nas horas de lazer.

Débora: Sempre que consigo um tempo livre é para estar com minha família, com meus filhos, curtindo e brincando com eles. Sou uma mãe muito presente, e tenho tentado me dedicar nas horas de folga a fazer passeios e atividades que proporcionem experiências de vida, as quais acredito serem importantes na sua formação.

APERS na Semana Acadêmica da Arquivologia da UFSM

Deixe um comentário

APERS na UFSMNesta semana, de 15 a 19 de setembro, acontece a Semana Acadêmica do Curso de Arquivologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) com o tema “Revolução Arquivística: Arquivologia no Rio Grande do Sul, o profissional arquivista e a nossa história”. O evento tem o apoio do Diretório Acadêmico do Curso de Arquivologia (Dacar) e da Associação dos Arquivistas do Rio Grande do Sul (AARS), e a programação inclui dinâmicas, palestras, mesas redondas, oficinas e apresentações de trabalhos.

No dia 15 de setembro o Arquivo Público do RS foi representado pela Arquivista Chefe da Divisão de Pesquisas e Projetos, Maria Cristina Kneipp Fernandes na mesa “Instituições Arquivísticas, políticas e medidas tomadas no acervo”. Esta mesa contou ainda com a presença da arquivista Francieli Merlo da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, e na oportunidade as profissionais dividiram como os alunos experiências profissionais e debateram a atuação do arquivista em suas instituições.

APERS na UFSM (1).APERS na UFSM (2)

%d blogueiros gostam disto: