PreservAPERS: relatório 2013

Deixe um comentário

logo-campanhaO Núcleo de Preservação do Arquivo Público do RS – PreservAPERS, tem por objetivos prestar assessoria e elaborar as diretrizes referentes a preservação de acervos, desenvolvendo atividades mini e maximalistas desde o cuidado com a unidade documental até as questões de preservação dos prédios de custódia de acervos. Abaixo apresentamos as principais atividades implementadas no ano de 2013:

– Realização do treinamento anual para todos os funcionários e estagiários do APERS, que teve como tema o Controle de insetos em Arquivos e Bibliotecas, além da apresentação das regras de conservação preventiva existentes no Arquivo;

– Combate ao ataque de insetos nos acervos: em abril de 2013 foi solicitado ao Departamento de Administração do Centro Administrativo Fernando Ferrari (DCAFF) um tratamento específico para combate as brocas nos acervos armazenados nos Prédios I e II do APERS, para tanto, foi elaborado um documento justificando os danos causados por esses insetos e a forma de combatê-los. Em setembro começaram as primeiras ações de combate as brocas pela empresa terceirizada sempre com o acompanhamento da equipe do PreservAPERS;

– Orientação e definição quanto à forma de execução de reparos nos documentos. Em 2013 foram reparados mais de 2.095 documentos entre processos e livros;

– Monitoramento dos prédios, através de vistorias, para verificar limpeza de pisos e mobiliários; e após chuvas examinando a existência de problemas como: goteiras, infiltrações, ralos sujos, entre outros que possam causar alagamentos nos acervos, solicitando providências quando necessário, atuando de forma preventiva;

– Monitoramento do controle ambiental: mensalmente é realizado o registro da temperatura e umidade relativa do ar para elaboração de um gráfico anual, que registra as condições ambientais nos acervos e serve de base para solicitação de manutenção ao DCAFF quando necessário;

– Atualização dos murais de preservação existentes nos Prédios II e III, que visa divulgar as regras de conservação preventiva do APERS e difundir informações da área de preservação de acervos e combate a incêndio.

– Realização de pareceres técnicos:

a) Visita técnica a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS): devido ao desastre ocorrido na Zona Norte de Porto Alegre onde houve grandes alagamentos que inundaram os acervos da Federação. Na visita foram passadas as orientações necessárias para o salvamento dos acervos;

b) Visita Técnica ao Memorial do Judiciário: elaboração de orçamento para montagem de um Laboratório de restauração e encadernação nas dependências do APERS em parceria com o Memorial Judiciário, visando a recuperação dos acervos de ambas as instituições;

– Intermediação e acompanhamento junto ao Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) para licitação e contratação de uma empresa terceirizada para manutenção das câmeras de vigilância do APERS e acompanhamento dos trabalhos de manutenção realizados pela empresa contratada – Proservi Sistemas de Monitoramento;

– Adaptação do Projeto Conservação Preventiva para lançamento junto a Fundação MAPFRE visando a busca de patrocínio para implementação do Projeto. O resultado saiu em novembro e o projeto não foi contemplado neste edital;

– Plano de Prevenção e Combate a Incêndio – PPCI: participação no curso de brigadista do APERS, participação mensal em reuniões e treinamentos continuados. A equipe de brigadista desenvolveu um relatório visando apontar necessidades de melhorias para o Arquivo Público, apontando adaptações e equipamentos necessários para prevenção e combate a incêndio, bem como buscou treinamento específico para os funcionários do APERS. Acompanhamento do treinamento de combate a incêndio para todos os funcionários do Arquivo, visando a prevenção de incêndios. Ressaltamos que o PPCI do APERS será objeto de licitação por parte da Secretaria de Obras, estando no momento em fase de levantamento de orçamentos. A aprovação do PPCI está previsto para meados de 2014.

Equipe envolvida com essa atividade: Maria Lúcia Souto e Rosemeri Iensen.

%d blogueiros gostam disto: