Habilitações para Casamento: índices disponíveis I

Deixe um comentário

Informamos que os relatórios dos Processos de Habilitação para Casamento dos Cartórios de Registro Civil de Porto Alegre, Alegrete, Antônio Prado, Augusto Pestana, Bagé, Bento Gonçalves, Bom Jesus, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Camaquã, Canela, Canguçu, Caxias do Sul, Cruz Alta, Dom Pedrito e Encantado encontram-se disponíveis para consulta.

Até o momento, foram revisados 30.246 processos de habilitação para casamento de 534 caixas divididos em dezesseis cartórios do registro civil.

Abaixo disponibilizamos os índices dos fundos contendo os dados básicos dos documentos indexados no sistema AAP (para acessar, clique em cima dos links):

Se você tiver interesse em consultar estes documentos em nossa Sala de Pesquisa, envie um e-mail para saladepesquisa@smarh.rs.gov.br e solicite seu atendimento.

Anúncios

APERS conta histórias: A implantação de Arquivos Intermediários no RS

3 Comentários

    Durante o ano de 1990 houve intenção de implantar no Estado Arquivos intermediários. A proposta era centralizar a documentação intermediária que tivessem destinação final permanente de uma região específica arquivando-a em um só lugar. Foram estabelecidos convênios com os municípios de Cachoeira do Sul, Santo Ângelo e Santo Antônio da Patrulha para que estes instutíssem os Arquivos Intermediários.

    O Arquivo Intermediário Regional de Cachoeira do Sul, fundado em 26/03/1990, nos termos da Resolução nº 01/90 da Coordenação Central do Sistema Estadual de Arquivos (SIARQ), seria responsável pela documentação recolhida pela Região Jacuí-Centro (AJACE) e estaria vinculado ao Arquivo Histórico Municipal.

    Os documentos públicos estaduais da Região Jacuí-Centro composta pelos municípios de Cachoeira do Sul, Cerro Branco, Dona Francisca, Agudo, Faxinal do Soturno, Formigueiro, Ivorá, Nova Palma, Paraíso do Sul, Restinga Seca e São Sepé seriam recolhidos ao Arquivo Intermediário Regional onde a direção seria exercida pelo Diretor do Arquivo Histórico do Município.

   No município de Santo Ângelo seria instalado o Arquivo Intermediário da Região Missioneira. Santo Antônio da Patrulha sediaria o Arquivo Intermediário da Região Litoral Norte. A escolha do município de Santo Antônio da Patrulha como sede do Arquivo Intermediário da Região Norte justificava-se historicamente por ter sido um dos quatro primeiros municípios criados no Rio Grande do Sul juntamente com Porto Alegre, Rio Grande, Rio Pardo. Outra justificativa seria de que a documentação gerada nos povoados da região norte está diretamente ligada à cidade.

    Esta iniciativa, de criar Arquivos Intermediários no Estado, não prosperou. A falta de estrutura e de recursos humanos foram os principais motivos para que o projeto não se desenvolvesse.

Acordo cooperação técnica AI Cachoeira do Sul – Parte I

Acordo cooperação técnica AI Cachoeira do Sul – Parte II

Acordo cooperação técnica AI Cachoeira do Sul – Parte III

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________________________

Ofício solicitando instalação AI em Santo Ângelo

Ofício solicitando instalação AI em Santo Antônio da Patrulha – Parte I

Ofício solicitando instalação AI em Santo Antônio da Patrulha – Parte II

 

 

 

APERS participa do Colegiado Setorial Memória e Patrimônio representando Arquivos e Centros de Documentação

Deixe um comentário

A Secretaria de Estado da Cultura do RS está organizando a construção do Plano Estadual de Cultura, que deve ser aprovado pela Assembleia Legislativa até o final de 2011. Neste processo estão sendo debatidas diversas áreas da Cultura de nosso Estado em Colegiados Setoriais, sendo um deles o Colegiado de Memória e Patrimônio. Mais informações clique aqui.

Compreendendo a amplitude do tema, a diversidade do patrimônio no RS, e a importância do patrimônio documental para a preservação da memória e da história de nosso Estado, o APERS iniciou articulação entre arquivos e centros de documentação para contribuírem na construção deste Colegiado. Esta articulação deu certo e a representação para os Arquivos foi garantida, sendo a titularidade do APERS e a suplência do Sistema de Arquivos de Porto Alegre (SIARQ-POA). A equipe do APERS está buscando atuar de maneira ativa para consolidar e dar visibilidade ao patrimônio documental enquanto bem de valor cultural.

O primeiro encontro do grupo já formatado foi na cidade de Cachoeira do Sul, no dia 26 de julho de 2011. Nesta reunião construiu-se o Regimento Interno, definiu-se presidência, vice-presidência e secretaria geral, além de elaborar-se cronograma de debates para o Colegiado. Além da reunião, realizada pela manhã no auditório do Sindilojas, o grupo ainda confraternizou no almoço e fez visita aos patrimônios da cidade, mediada por Ione Carlos, Diretora do Arquivo Histórico da cidade. A ótima recepção deveu-se em grande parte ao trabalho do anfitrião Telmo Padilha, da Oscip Defender, que organizou o almoço e a visita.

%d blogueiros gostam disto: