Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos”: resultado!

1 Comentário

2014.02.26 Resultado Concurso Cultural

   Nosso Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos” foi um sucesso! Tivemos a participação de oito concorrentes, de Estados variados: Bahia, Rio de Janeiro, Paraíba e aqui do Rio Grande do Sul. Ficamos muito felizes, pois demonstra que um de nossos objetivos, o de extrapolar as barreiras geográficas e divulgar o APERS além Porto Alegre, está sendo alcançado!

   Mas vamos ao resultado! Com 77 votos, 44% do total dos 176 votos, o vencedor é FRANÇOIS BRAGA DE AZEVEDO FILHO, com a frase “Mundo dos Arquivos, um mundo a descobrir.”. Parabéns François!

   Agradecemos a participação de todos e em especial a Ricardo Sodré Andrade, autor de “A Ordem dos Arquivistas: Centésimo”, e Juliana Kirchhof, autora de “A Pequena Arquivista e o curioso caso do menino que nunca nasceu”, os quais doaram um exemplar de seus livros para premiação do vencedor.

2014.02.26 Resultado Concurso Cultural

Resultado Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos” APERS

Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos”: vote na melhor frase!

Deixe um comentário

Proposta Clarissa 3     Após a divulgação e período de envio de frases ao Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos”, é com entusiasmo que iniciamos hoje a fase de votação na melhor frase.

      Lembrando que os prêmios para a mais votada serão: um exemplar do livro “A Ordem dos Arquivistas: Centésimo”, de autoria de Ricardo Sodré Andrade, e outro de “A Pequena Arquivista e o curioso caso do menino que nunca nasceu” de Juliana Kirchhof.

     O prazo para votação irá até o dia 25/02, escolha a melhor frase que utilizou a expressão “Mundo dos Arquivos” e vote!

     Boa sorte a todos!

Mundo dos Arquivos – Dicas de leituras Parte 1

Deixe um comentário

     Hoje começamos a 3ª temporada da série “Mundos Arquivos” com dicas de livros que possuem em seus enredos passagem por arquivos, bibliotecas e museus. Desejamos que você viaje por este mundo e compartilhe conosco sua percepção sobre estas obras que de uma forma ou de outra circundam por um mundo de conhecimento, descobertas e encantamentos!

A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken, de Jostein Gaarder e Klaus Hagerup

A Biblioteca Magica de Bibbi Bokken, de Gaarder e HagerupNils tem doze anos e acaba de voltar das férias escolares de verão, passadas em companhia de sua prima Berit, na cidade de Fjærland, interior da Noruega. Para não deixar de se falar, os dois decidem escrever um diário e remetê-lo de uma cidade a outra pelo correio. Já de início, porém, parece haver algo de misterioso no diário de Nils e Berit. Ao comprá-lo numa livraria, Nils conhece uma mulher estranha, alguém que ele e Berit haviam visto de passagem durante as férias. A mulher faz questão de ajudar Nils a comprar o diário – uma esquisitice que ele não deixa de contar à prima já em sua primeira “carta”. Em Fjærland, Berit se põe a segui-la. Diante da casa da mulher, Berit “furta” um pequeno envelope da caixa de correio. Dentro, encontra uma carta vinda da Itália, endereçada a uma certa Bibbi, que menciona um sebo em Roma. O estabelecimento guardaria não apenas livros raros, mas também livros ainda não escritos. E um desses livros se refere a uma certa “biblioteca mágica”. Toda essa história Berit conta a Nils em sua primeira carta. A aventura mal começou, mas o leitor já se vê mergulhado num grande mistério. Quem é Bibbi e que biblioteca mágica é essa? É um caso para os pequenos detetives Nils e Berit investigarem a fundo – e tudo aquilo de que o leitor precisa para se divertir pelas páginas restantes. Em A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken, o grande herói é o livro e sua história, numa trama cheia de suspense e aventura

Link: Fonte de pesquisa

A Conturbada História das Bibliotecas, de Mattew Battles

A Conturbada Historia das Bibliotecas, de Mattew BattlesApesar do título meio técnico e de remeter ao ambiente pacato dos locais de leitura, A Conturbada História das Bibliotecas, de Matthew Battles, mostra-se um relato cheio de sobressaltos e guerras de interesse e marcado pelo constante movimento de construção e destruição do conhecimento. Desde a aspiração megalômana da biblioteca de Alexandria, que pretendia reunir todo o saber produzido pela Grécia Antiga, até as catástrofes promovidas pelos nazistas, contraculturas e sociedades europeias, e, mais recentemente, resultantes dos confrontos no Leste Europeu. “Reunindo livros em um único lugar, as culturas e os reis acabam sacrificando esses livros ao tempo”, diz o autor. Em toda a história dos livros e das bibliotecas, nota-se a relação entre o declínio de uma sociedade ou de um governo e as baixas em seu legado literário. A ideia de que o conhecimento e a informação valem ouro, tão em voga nos tempos atuais, tem validade desde os primórdios da civilização. E este livro mostra tudo isso com ritmo e riqueza documental.

Link: Fonte de pesquisa

A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra, de Robin SloanA Livraria 24 horas do Mr. Penumbra, de Robin Sloan

A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…

Links: Para ler o primeiro capítuloFonte de pesquisa

A pequena Arquivista copy 02A Pequena Arquivista e o curioso caso do menino que nunca nasceu, de Juliana Kirchhof

Livro infanto-juvenil conta uma breve história sobre uma menina arquivista que soluciona um verdadeiro mistério em sua pacata cidade, o livro é um deleite para crianças e adultos, com sua simplicidade narrativa e belíssimas ilustrações assinadas por Mariana Basqueira. Uma obra linda e singela, que certamente encantará todas as gerações que a lerem.

Link: Fonte de pesquisa

A Revolução dos Bichos, de George Orwell

A Revolucao dos Bichos, de George OrwellVerdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, “A Revolução dos Bichos” é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos – expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História – mimetizam os que estavam em curso na União Soviética. Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto.

Links: Para ler trechos, Fonte de pesquisa, Livro disponível em PDF

Inferno, de Dan Brown

Inferno, de Dan BrownNo coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado em uma das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, Langdon luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o sombrio poema de Dante, Langdon mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído. Neste novo e fascinante thriller Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em O código Da Vinci, Anjos e demônios e O símbolo perdido e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento.

Links: Fonte de pesquisa, Para ler um trecho

       Para ler as edições anteriores  clique aqui.

     Leia, inspire-se e participe do Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos”! Para saber como clique aqui.

     Boa leitura!

Concurso Cultural “Mundo dos Arquivos”

Deixe um comentário

Proposta Clarissa 3

Desde 2012, nos meses de janeiro e fevereiro, veiculamos no Blog do APERS artigos com dicas de livros, filmes e episódios de seriados que tenham no seu contexto arquivos, bibliotecas e museus, ou seja, o “Mundos dos Arquivos”.

Neste ano, como forma de valorizar os autores que escrevem obras tendo no enredo o “Mundo dos Arquivos”, para incentivar a leitura de livros com tal temática e estimular sua participação e interação, lançamos hoje nosso Concurso Cultural “Mundo dos arquivos”!

O Concurso Cultural “Mundo dos arquivos” será realizado de forma simples e democrática e terá como prêmios um exemplar do livro “A Ordem dos Arquivistas: Centésimo”, de autoria de Ricardo Sodré Andrade, e outro de “A Pequena Arquivista e o curioso caso do menino que nunca nasceu” de Juliana Kirchhof.

Os interessados em concorrer aos prêmios deverão escrever uma frase com até 300 caracteres que contenha a expressão “Mundo dos Arquivos”, todas as frases que recebermos irão para votação popular em nosso blog de acordo com as seguintes regras:

– Lançamento concurso: 08.01.14

– Período para envio de frases: 08.01 a 11.02

– Período votação: 12.02 a 25.02

– Publicação resultado: 26.02

– Número de caracteres total com espaço: 300

– Palavra-chave: Mundo dos Arquivos

– Quem pode participar: tod@s, exceto a comissão organizadora.

– Endereço para envio: divulga-apers@sarh.rs.gov.br

– Uso do português padrão.

– Uma frase por pessoa.

– A comissão organizadora vetará frases ofensivas ou descontextualizadas.

– O candidato deverá informar o nome completo, idade e cidade no momento de envio da frase.

– A frase que receber maior número de votos será a premiada.

Participe!

%d blogueiros gostam disto: