2014.01.29 Arquivos e conceitos - órgãos de documentação

   Mas o que são órgãos de documentação? Bem, são lugares de memória que possuem um elemento em comum: o documento. Este consiste no registro de informações referentes as atividades humanas em determinado suporte, ou seja, material, e pode ser encontrado em Arquivos, Bibliotecas, Museus e Centros de Documentação, os quais possuem como objetivos recolher, tratar, transferir e difundir informações com objetivos sociais, culturais, científicos ou administrativos.

   Sobre as distinções entre essas instituições, a pesquisadora Heloísa Liberalli Bellotto, afirma que elas são estabelecidas “a partir da própria maneira pela qual se origina o acervo e também pelo tipo de documento a ser preservado”, sendo, então, a origem e a função do documento o que define a qual instituição ele pertencerá. Vejamos as definições a seguir:

  • Centros de documentação: são espaços responsáveis pela centralização de documentos e disseminação de informações, podendo ser especializado em determinado tema ou agrupar qualquer tipo de documento. Viviane Tessitore, no manual “Como implantar Centros de Documentação”, afirma que estas instituições são mesclas de arquivos, bibliotecas e museus, e que podem reunir seu acervo a partir da compra, doação ou permuta de suas unidades documentais.
  • Museus: são locais que salvaguardam os testemunhos materiais do homem e seu entorno. Os documentos de um museu, geralmente, são tridimensionais, originam-se da criação artística ou do cotidiano de uma comunidade e podem ser adquiridos através da compra, doação ou permuta. A disciplina que rege seu funcionamento é a Museologia, e o profissional responsável por exercê-la é o Museólogo.
  • Bibliotecas: são espaços destinados a coleções, que reúnem obras literárias ou científicas, jornais e revistas artificialmente em torno de um determinado tema. Assim como os centros de documentação e museus, adquirem seus acervos por meio da compra, permuta ou doação. A Biblioteconomia é a disciplina responsável pelo seu regramento, sendo o Bibliotecário o profissional com formação para praticá-la.
  • Arquivos: são locais que tem por finalidade custodiar, conservar e dar condições de acesso aos documentos gerados e acumulados organicamente durante o transcurso das atividades de entidades públicas ou privadas ou de uma família ou pessoa. Os documentos de arquivo são produzidos para registrar, provar, testemunhar alguma atividade, e, em geral, são únicos. A Arquivologia ou Arquivística é a disciplina responsável por seu funcionamento e o Arquivista é o profissional habilitado para exercê-la.

   Hoje nossa intenção é apenas apresentar os órgãos responsáveis pela guarda dos diversos tipos de documentos possíveis de encontrarmos. Nesta série nos deteremos na Arquivística, suas funções e metodologias, tentando aproximá-la do público não iniciado nesta seara. Clique aqui para saber as referencias que utilizamos para escrever este post e outros materiais relacionados.

   No próximo mês trataremos do “Arquivo” e os conceitos que o envolvem, até!