Arquivo Público participa dos “Caminhos da Matriz” no próximo sábado, dia 25.

Deixe um comentário

No próximo sábado, dia 25 de novembro, acontece o último encontro de 2017 do roteiro de visitas guiadas Os Caminhos da Matriz, por meio do qual as instituições culturais que circundam a Praça se reúnem para oportunizar aos cidadãos visitas mensais e gratuitas.

Nesta edição o Arquivo Público do RS participará do Roteiro 2, junto ao Memorial do Judiciário e a Biblioteca Pública. Esperamos todos na Praça da Matriz, em frente ao Palácio da Justiça, às 14 horas para o início o passeio! Em caso de chuva o evento será cancelado. Para acompanhar o evento pelo Facebook clique aqui.

Anúncios

Visitas guiadas ao APERS – Julho 2017

Deixe um comentário

No mês de julho foram realizadas 4 visitas guiadas ao conjunto arquitetônico do Arquivo Público do RS. Visitaram nossa instituição:

Dia 6: 6 representantes do Grupo de Trabalho do Manual de Redação Oficial. Após a reunião do grupo, os representantes quiseram conhecer um pouco mais sobre o Arquivo Público.

Dia 11: 20 alunos da Escola Técnica Universitário, da turma de Organização e Métodos, acompanhados da Prof.ª Cíntia Rebello. O objetivo da visita foi conhecer a parte prática de um Arquivo, sua conservação, importância, bem como saber um pouco sobre a teoria das três idades.

Dia 11: 29 alunos do Senac Comunidade, acompanhados da Prof.ª Viviane Marina Barcarolo. O objetivo da visita foi complementar a teoria da sala de aula com a prática da visitação ao Arquivo Público do Estado.

Dia 29: 59 pessoas participaram da visita guiada do projeto “Os Caminhos da Matriz”, sendo realizado o Roteiro 2: Memorial do Judiciário, Arquivo Público do Estado e Biblioteca Pública do Estado. O objeto da visita e do projeto é sensibilizar a população sobre a importância da preservação do patrimônio edificado do entorno da Praça da Matriz e, especificamente no Arquivo Público, da documentação custodiada.

Guias: Caroline Acco Baseggio, Carlos Henrique Armani Neri, Giglioli Rodrigues e Jonas Ferrigolo Melo.

Lembramos que oferecemos, semanalmente, visitas guiadas ao conjunto arquitetônico, com duração de 1h30min, nas segundas-feiras às 14h30min e nas sextas-feiras às 10h. Agende sua visita pelo e-mail visitas@smarh.rs.gov.br ou ligue para (51) 3288 9127.

Arquivo Público participa dos “Caminhos da Matriz” no próximo sábado, dia 27.

Deixe um comentário

O projeto Os Caminhos da Matriz terá seu segundo encontro de 2017 no próximo sábado dia 27 de maio.

O projeto que busca aproximar a população do patrimônio histórico e cultural da cidade de Porto Alegre teve sua primeira edição de 2017 no dia 6 de maio com as visitas do roteiro 1 ao Memorial do Ministério Público, Cúria Metropolitana e Memorial do Legislativo. No próximo sábado, as instituições que fazem parte do roteiro 2 são o Memorial do Judiciário, Arquivo Público e Biblioteca Pública.

Agende-se e participe! O ponto de encontro é na praça da Matriz às 14h. Em caso de chuva o evento será cancelado.

Os Caminhos da Matriz: APERS fará parte do Roteiro do dia 26 de novembro!

Deixe um comentário

No próximo sábado, dia 26 de novembro, acontecerá mais uma edição do roteiro de visitas guiadas Os Caminhos da Matriz, por meio do qual as instituições culturais que circundam a Praça se reúnem para oportunizar aos cidadãos visitas mensais e gratuitas.

Nesta edição o Arquivo Público do RS participará do Roteiro 2 junto com a Cúria Metropolitana e o Solar dos Câmara/Memorial do Legislativo. Esperamos todos na Praça da Matriz, às 14 horas para o início o passeio!2016.07.27 Caminhos da Matriz

Os Caminhos da Matriz: APERS fará parte do Roteiro do dia 24 de setembro!

Deixe um comentário

    No próximo sábado, dia 24 de setembro acontecerá mais uma edição do roteiro de visitas guiadas Os Caminhos da Matriz, por meio do qual as instituições culturais que circundam a Praça se reúnem para oportunizar aos cidadãos visitas mensais e gratuitas.

    Nesta edição o Arquivo Público do RS participará do Roteiro 2 junto com a Cúria Metropolitana e o Solar dos Câmara/Memorial do Legislativo. Esperamos todos na Praça da Matriz, às 14 horas para o início o passeio!

2016.07.27 Caminhos da Matriz

APERS Entrevista: Caroline Acco Baseggio

Deixe um comentário

2016.08.31 APERS Entrevista CarolineCaroline Acco Baseggio é graduada em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e cursa especialização em História do Rio Grande do Sul na Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Atualmente, atua na Sala de Pesquisa do Arquivo Público do RS e no Projeto Os Caminhos da Matriz. Confira nossa entrevista com Caroline em alusão ao dia do historiador:

Blog do APERS: Caroline, você poderia comentar um pouco sobre como decidiu cursar História?

Caroline: Até o 2º ano do ensino médio, eu queria ser jornalista esportiva e trabalhar em rádio. Sempre gostei muito de futebol, e lembro que na época estava surgindo a Débora de Oliveira na Bandeirantes aqui do RS (anos mais tarde me dei conta de como a representatividade é importante). A partir do 3º ano, as questões políticas e sociais começaram a me tocar mais, e então pensei em procurar um curso em que pudesse estudar e aprender mais sobre a realidade, a economia, política… a opção pela História surgiu naturalmente De forma nada modesta, o que eu queria mesmo era mudar o mundo. Hoje, sei que poderia ter cursado Psicologia, Direito, Ciências Sociais e, todas essas áreas, de alguma forma, me ajudariam nesse objetivo de entender o ser humano e a realidade em que ele vive, que constrói para si mesmo.

Blog do APERS: No Arquivo Público do RS, tu tens colaborado especialmente com a área de acesso, atuando junto aos pesquisadores na Sala de Pesquisa. No teu entendimento, qual pode ser a contribuição de um(a) historiador(a) neste importante espaço de uma instituição arquivística?

Caroline: Desde que entrei no Apers, há quase 2 anos e meio, tenho refletido e tentando entender qual o papel de um Historiador no acesso. Na Universidade, pelo menos na minha formação na Ufrgs, não tocávamos nesse tipo de questão. Então, o que entendo sobre o papel do historiador nesse espaço vem muito da prática. Penso que cabe ao Historiador mediar, fazer uma espécie de meio-de-campo entre o Acervo, os instrumentos de pesquisa e os pesquisadores que nos procuram. Exercitar uma escuta mais atenta, tentando pensar, a partir das temáticas e problemas de pesquisa que estes usuários nos trazem quais documentos podem auxiliar. Ter um conhecimento mínimo de outros acervos, para poder indicar locais e fontes, estar atualizada sobre a produção acadêmica e debate historiográfico também são importantes.

Blog do APERS: Tens atuado no Projeto Os Caminhos da Matriz, que em parceria oportuniza visitas guiadas às instituições de memória que circundam a Praça da Matriz. Como tem sido a experiência de difundir o APERS para um público diverso, que muitas vezes não é da área de arquivos ou da história?

Caroline: Então, este é o segundo ano que estou a frente do Projeto, ano passado fazia a parceria com outra colega, a Giglioli. Inicialmente eu tinha bastante dificuldade, achava as visitas pouco proveitosas para o público e isso me frustrava. No início deste ano pude participar das reuniões iniciais com as colegas das outras instituições e isso me ajudou a amadurecer, no sentido de entender que o importante para este público que nos visita aos sábados muitas vezes é somente conhecer, saber que existe escondido no centro de Porto Alegre uma instituição centenária que guarda milhões de documentos e que a maioria nem fazia ideia! Diminui a expectativa de fazer uma visita guiada cheia de informações sobre o Acervo e passei a curtir bem mais o trabalho.

Blog do APERS: A partir de tua experiência no Arquivo Público do RS, qual perfil acreditas que o historiador que atua na área de arquivos deve ter?

Caroline: Acredito que principalmente ser alguém aberto ao diálogo e flexível. Que saiba trabalhar em equipe e disposto a aprender.

Blog do APERS: Enquanto historiadora, podes comentar alguma situação inusitada ou maior desafio vivenciado?

Caroline: A prática de atendimento ao público é sempre algo complicado. Tu lida com anseios, prazos, expectativas. Pessoas que precisam do documento para “ontem”. O maior desafio é lidar com esses aspectos. Há pouco tempo, atendi uma menina que chorou na minha frente, pois precisava de um documento para cidadania italiana e não tínhamos, e ela não aceitava, não entendia. Mas o público, apesar disso, dá muito retorno, é gratificante ver o desenvolvimento das pesquisas, acabei aprendendo a gostar desse contato e a fazer amizades, sentir falta quando algum pesquisador não vem.

Blog do APERS: Para que conheçamos um pouquinho mais sobre você, nas horas vagas quais são tuas atividades preferidas de lazer?

Caroline: Eu gosto de estar com meus amigos, fazer uma janta, beber um vinho. Conversar sobre a vida, o ser humano, “filosofar” mesmo. Dar uma escapada em Canoas no fim de semana, minha cidade do coração, visitar a mãe, o mano, o Pighino (meu cachorro de dez anos).

Blog do APERS: Em alusão ao Dia do Historiador, 19 de agosto, deixe uma mensagem à classe!

Caroline: Eu acho a profissão apaixonante, sem dúvida. Mas precisamos lutar pela profissionalização, pela reserva de mercado, assumir um caráter mais profissional nesse sentido, não termos tanto pudor ao defender nosso espaço. E tudo isso passa pela regulamentação da profissão.

Notícias relacionadas:
APERS Entrevista: Nôva Marques Brando
APERS Entrevista: Clarissa de Lourdes Sommer Alves

Visitas guiadas ao APERS – Julho 2016

Deixe um comentário

No mês de julho foi realizada oito visitas guiadas ao conjunto arquitetônico do Arquivo Público do RS. Visitaram nossa instituição:

Dia 01: 18 alunos da Rede de Ação Social Murialdo acompanhados pela professora Luciane Brum. De acordo com a professora, a parte mais interessante da visita foi a explanação sobre os documentos e os fatos históricos relacionados.

Dia 11: 15 alunos do Curso Técnico em Secretariado do Colégio Politécnico da UFSM acompanhados pelo professor Patri Kayser, com o objetivo de vislumbrar o processo de gestão documental.

Dia 15: 11 alunos do Curso de Auxiliar Administrativo da Rede de Ação Social Murialdo acompanhados pela professora Luciane Brum.

Dia 18: Alexssander Nascentes da Silva do Curso de História Bacharelado Noturno da UFRGS.

Dia 22: 07 pessoas que trabalham em Arquivos, participantes de Curso oferecido pelo IGAM – Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos – acompanhados pela professora Clara Marli Kurtz, que ministra a disciplina de Organização em Arquivos. O grupo teve por objetivo conhecer a estrutura física do APERS, bem como a organização do acervo.

Dia 27: no turno da manhã, 23 Jovens Aprendizes da ESPRO, alunos do Curso Formação para o Mundo do Trabalho, acompanhados pela professora Luana Borges da Silveira. O objetivo da Visita foi conhecer os arquivos e saber o tipo de documentação existente.

Dia 27: no turno da tarde, 22 Jovens Aprendizes da ESPRO, alunos do Curso Formação para o Mundo do Trabalho, acompanhados pela professora Luana Borges da Silveira.

Dia 30: 40 participantes do roteiro de visitas guiadas Os Caminhos da Matriz. Neste roteiro os visitantes conhecem as instituições culturais que circundam a Praça da Matriz um sábado por mês. São oferecidos dois roteiros, o APERS participa com a Cúria Metropolitana e o Solar dos Câmara/Memorial do Legislativo.

Guia: Caroline Acco Baseggio, Carlos Henrique Armani Nery, Iara Gomide Machado.

Older Entries

%d blogueiros gostam disto: