Oficinas de Educação Patrimonial – Outubro 2019

Deixe um comentário

Imagem para post Oficinas

Ao longo do mês de outubro realizamos 17 oficinas a partir do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS. Confira as turmas que estiveram conosco:

  • 02/10: Iniciamos o mês de outubro com a realização da oficina “Tesouros da Família Arquivo” durante o evento “Questões para a História Negra do RS”, recebendo um público diverso, entre estudantes de graduação e pós-graduação, professores e ativistas sociais. Para ver as fotos do evento, clique aqui.
  • 04/10: Acompanhados pela professora Daniela Scheffers, as e os estudantes da turma 203, 2° ano do Colégio Estadual Inácio Montanha, estiveram no Arquivo Público em uma manhã de sexta-feira para participar da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”. Para ver fotos, clique aqui.
  • 08/10: Em uma manhã de terça-feira, as e os alunos do 2º ano do Colégio Estadual Inácio Montanha, vieram ao APERS para participar da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”, acompanhados pela professora Denise Marques. Para ver fotos, clique aqui.
  • 09/10: Durante uma manhã de quarta-feira, os estudantes de 9° ano da EEEM Oscar Pereira estiveram no APERS para participar da oficina “Desvendando o Arquivo Público: Relações de Gênero na História”, acompanhados pela professora Adriana Costa. Para ver fotos, clique aqui.
  • 10/10: Acompanhados pelo professor Rodrigo Souza dos Santos, estudantes do 8° ano da EMEF Pepita Leão foram recebidos no Arquivo Público em uma manhã de quinta-feira para participar da oficina “Desvendando o Arquivo Público: Relações de Gênero na História”. Para ver fotos, clique aqui.
  • 10/10: Durante uma tarde de quinta-feira, os alunos da EEEM Ceará vieram ao APERS para participar da oficina “Desvendando o Arquivo Público: Relações de Gênero na História”, acompanhados pela professora Adriana Costa. Para ver fotos, clique aqui.
  • 11/10: Em uma tarde de sexta-feira as e os estudantes do 6° ano da EEEM Oscar Pereira estiveram no Arquivo Público para participar da oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”, acompanhados pela professora Jaqueline Fraga. Para ver fotos, clique aqui.
  • 15/10: Em uma manhã chuvosa de terça-feira, as alunas e alunos do 6° ano do Colégio Romano Senhor Bom Jesus vieram ao APERS para participar da oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”, acompanhados pela professora Maria Eduarda Carvalho. Para ver fotos, clique aqui.
  • 16/10: Durante a manhã de quarta-feira, os estudantes do 3° ano do Ensino Médio da Fundação Bradesco de Gravataí, vieram visitar o Arquivo Público para participar da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”, acompanhados pelo professor Diego Scherer. Para ver fotos, clique aqui.
  • 17/10: Nem o temporal daquela sexta-feira de manhã foi suficiente para impedir que as e os alunos do 2° ano do Colégio Estadual Inácio Montanha viessem ao APERS. Acompanhados pela professora Raquel Braun, elas e eles vieram participar da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”. Para ver fotos, clique aqui.
  • 22/10: Na manhã de 22/10 a equipe do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS deslocou-se até a Unisinos para ofertar a oficina “Desvendando o Arquivo Público: relações de gênero na história” dentro da programação do VII Ofícios de Clio, evento promovido pelo GT Acervos, da ANPUH-RS. Para ver fotos, clique aqui.
  • 23/10: Durante a manhã de quarta-feira, estudantes do 3° ano do Ensino Médio da Fundação Bradesco de Gravataí, vieram ao APERS para participar da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”, acompanhados pelo professor Diego Scherer. Para ver fotos, clique aqui.
  • 24/10: Na tarde de quinta-feira, o APERS recebeu a visita de mais uma turma do 3° ano do Ensino Médio da Fundação Bradesco de Gravataí que, acompanhados pelo professor Diego Scherer, vieram participar da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”. Para ver fotos, clique aqui.
  • 25/10: Pela manhã de sexta-feira, as e os estudantes do 6° ano do Colégio Romano São Mateus, vieram ao Arquivo Público para participar da oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”, acompanhados pela professora Karen Cerutti. Para ver fotos, clique aqui.
  • 29/10: Durante a manhã de terça-feira as e os estudantes de 6° ano do Colégio Romano Santa Maria vieram ao APERS para participar da oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”, acompanhados pelo professor Alessandro Maldonado. Para ver fotos, clique aqui.
  • 31/10: Na manhã de quinta-feira, estudantes da turma 163 do 6° ano do Colégio Romano Senhor Bom Jesus vieram ao Arquivo Público para participar da oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”, acompanhados pela professora Eduarda Carvalho. Para ver fotos, clique aqui.
  • 31/10: Na noite de 31/10, quinta-feira, estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da EEEF Cândido Portinari estiveram no APERS para vivenciar a oficina Resistência em Arquivo: patrimônio, ditadura e direitos humanos, acompanhados pela professora Adriana Quadros. Para ver fotos, clique aqui.

Para saber mais a respeito das oficinas e demais ações desenvolvidas no âmbito do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS, clique aqui. Contate-nos pelo e-mail acaoeducativa@planejamento.rs.gov.br.

Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS no VII Ofícios de Clio

Deixe um comentário

2019.10.23 APERS no Ofícios de Clio

Ontem pela manhã, 22 de outubro, parte de nossa equipe do Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS esteve na Unisinos participando do evento VII Ofícios de Clio – Patrimônio e Memória em Risco: Desafios do Século XXI, promovido pelo GT Acervos, Memória e Patrimônio da ANPUH/RS e pelo Programa de Pós-Graduação em História da Unisinos. Nossa contribuição se deu por meio da oferta da oficina “Desvendando o Arquivo Público: relações de gênero na história” como parte da programação do evento.

Foi uma excelente oportunidade para difundir o Arquivo Público, seus acervos e serviços, além de reafirmar o compromisso da instituição com o acesso à informação e a valorização de seu potencial educativo e cultural. Agradecemos a todas e todos os participantes, que se engajaram na oficina e participaram ativamente das reflexões e debates propostos, assim como à organização do evento, pela oportunidade e reconhecimento ao nosso trabalho. Desejamos vida longa ao “Ofícios de Clio”!

 

DSC05163

 

Aconteceu no Arquivo: Simpósio Questões para a História Negra do RS / 8º Curso de Formação para Professores PEP UFRGS-APERS

Deixe um comentário

Entre os dias 01 e 03 de outubro o Arquivo Público recebeu um evento muito especial, que colocou a história negra do Rio Grande do Sul no centro de nossas atenções e reflexões. Promovido em parceria entre o Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS, o Departamento de Educação e Desenvolvimento Social (DEDS) e o Núcleo de Pesquisa em História (NPH) da UFRGS, o Simpósio Questões para a História Negra do RS / 8º Curso de Formação para Professores PEP UFRGS-APERS contou com um público bastante assíduo que se dedicou a debater experiências e epistemologias negras atuais a partir de diversos ângulos.

As mesas de debate e apresentação de trabalhos, assim como a conferência, a oficina e as atividades culturais, convergiam para a reflexão em torno da produção e disseminação do conhecimento em uma perspectiva negra, trazendo temas como o ensino em Educação para as Relações Étnico-raciais, as religiões de matriz africana, a história da escravização e da luta por liberdade, os estudos do pós-abolição, do associativismo e da militância negra, abordagens geográficas sob a ótica da apropriação de territórios e ocupação dos espaços urbanos, o feminismo negro, a história da arte e os patrimônios culturais.

A partir do álbum de fotos a seguir é possível visualizar um pouco do que foi essa enriquecedora experiência coletiva, que contou com comunicadores e palestrantes tanto de Porto Alegre quanto do interior do Rio Grande do Sul e de outros estados.

Mais uma vez agradecemos a participação de todas e todos, reafirmando o compromisso do APERS com o combate ao racismo e a difusão de acervos e temáticas que contribuam nesse sentido.

Participe: Questões para a História Negra do RS 2019 & 8º Curso de Formação para Professores PEP UFRGS-APERS

Deixe um comentário

2019.09.04 Cartaz 8 Curso de Formação para profs PEPEstão abertas as inscrições para ouvintes no evento Questões para a História Negra do Rio Grande do Sul – 2019 & 8º Curso de Formação para Professores PEP UFRGS-APERS. O curso é resultado de uma parceria entre o Arquivo Público do Estado, o Núcleo de Pesquisa em História (NPH/UFRGS) e o Departamento de Desenvolvimento Social (DEDS/UFRGS, que surgiu do desejo de somar esforços para promover um espaço rico e plural de reflexão e formação continuada. Terá como eixo temático as epistemologias negras a partir do questionamento a respeito das categorias de análise que têm sido utilizadas em diversos campos do saber e na produção de conhecimentos sobre as pessoas negras no Rio Grande do Sul.

As vagas são abertas para a comunidade em geral, mas a programação e a divulgação têm sido pensadas para alcançar, também, professoras e professores que vivenciam o cotidiano da Educação Básica, assim como profissionais que atuam em espaços não formais de educação e em instituições de memória.

O curso acontecerá entre os dias 01 e 03 de outubro, no Arquivo Público (Rua Riachuelo, 1031, Porto Alegre/RS). A programação pode ser acessada clicando aqui, e o fôlder pode ser baixado aqui.

Para informações sobre inscrições, clique aqui. O custo é de R$10,00 e dá direito a certificado de 30h. Atenção: as inscrições estão sendo centralizadas pela equipe do NPH/UFRGS. Interessados devem seguir as instruções do link, ou contatá-los diretamente: fone (51) 3308-6631 | e-mail: nph@ufrgs.br.

Historiadora do APERS participa de conversa virtual com mestrandos da UFSC sobre a atuação em Arquivos.

Deixe um comentário

2019.09.04 Servidora em bate-papo virtual na UFSC

A convite das professoras Carmem Zeli Gil e Mônica Martins da Silva, a servidora Clarissa Sommer Alves participou, na manhã da última terça-feira (03/09) de um bate-papo virtual com estudantes da disciplina “Educação Patrimonial e Ensino de História”, ofertada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na grade do Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória).

A turma foi convidada a ler a monografia defendida por Clarissa em 2015 junto ao Departamento de História da UFRGS, intitulada “Reflexões sobre o ofício do historiador em arquivos a partir da construção da oficina Resistência em Arquivo: patrimônio, ditadura e direitos humanos“. O texto foi escrito sob orientação da prof.ª Carla Roseghero, e tem como objeto essa que é uma das oficinas ofertadas pelo Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS. A partir dessa leitura foi estabelecido o diálogo, que tinha como principal objetivo oportunizar espaço para elucidar dúvidas, compartilhar informações atuais a respeito dos serviços educativos ofertados pelo APERS, e sobre a experiência da atuação de historiadoras em instituições arquivísticas na perspectiva da educação patrimonial.

Embora o tempo tenha sido curto para tantas questões surgidas, a conversa foi bastante estimulante. Agrademos a oportunidade de difundir nosso trabalho e de construir referências para o aprofundamento da reflexão sobre o potencial educativo dos arquivos.

Vem ai o 8º Curso de Formação para Professores do PEP UFRGS-APERS!

Deixe um comentário

Desde 2011 nosso Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS promove, anualmente, um curso de formação para professores que relaciona o mundo do patrimônio documental, a educação patrimonial e temáticas sensíveis à educação no tempo presente.

Em 2018, devido a outras atividades, realizamos um evento especial de encerramento do ano voltado ao público de professores e estudantes, mas não foi possível oferecer uma edição do curso em si. Mas para 2019 temos novidades: realizaremos, em parceria com o Núcleo de Pesquisa em História (NPH/UFRGS) e o Departamento de Educação e Desenvolvimento Social (DEDS/UFRGS), o Simpósio Curso Questões para a História Negra do RS  &  8º Curso de Formação para Professores PEP UFRGS-APERS.

2019.08.07 Cartaz Curso História Negra PEP UFRGS APERS 2019

As atividades ocorrerão nos dias 01, 02 e 03 de outubro, nas dependências do Arquivo Público (Rua Riachuelo, 1031, Centro Histórico de Porto Alegre/RS). As inscrições, no valor de R$10,00, garantem certificado de 30h, e serão feitas entre os dias 19 de agosto e 30 de setembro – em breve divulgaremos o link para isso. As vagas são limitadas e a inscrição de professores da Educação Básica será priorizada.

Acesse a programação e mais informações clicando aqui. Agende-se e participe!

PEP UFRGS/APERS abre agenda para oficinas de Educação Patrimonial em 2019!

Deixe um comentário

Imagem para post Oficinas

Você é professor(a) e gostaria de trazer suas turmas para participar das oficinas promovidas pelo Programa de Educação Patrimonial UFRGS-APERS? Então aproveite, pois está aberta a temporada de agendamentos!

Nossas oficinas fazem parte de um conjunto de ações realizadas desde 2009 na parceria entre o Arquivo Público e o Departamento de História da UFRGS, e utilizam o patrimônio documental salvaguardado pelo APERS como fonte de informações e motor para processos de ensino-aprendizagem. As três oficinas desenvolvidas são: Os Tesouros da Família Arquivo, destinada aos 6º e 7º anos do Ensino Fundamental; Desvendando o Arquivo Público: relações de gênero na história, destinada aos 8º e 9° anos do Ensino Fundamental, e Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos, voltada para o Ensino Médio e a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O número de vagas é limitado. O contato para agendamentos deve ser feito pelo e-mail acaoeducativa@planejamento.rs.gov.br ou pelo telefone (51) 3288-9117. A participação é gratuita e em 2019 as oficinas ocorrerão entre 27 de agosto e 29 de novembro, sempre nas terças e quartas-feiras pela manhã, quintas e sextas-feiras à tarde. Agendamentos noturnos são possíveis, necessitando demanda e combinação específica. O número máximo de estudantes por oficina é 30. As atividades começam às 9h no turno da manhã e às 14h no turno da tarde.

Torna-se necessário informar que, devido à ausência de recursos captados externamente, não será possível oferecer transporte aos grupos.

A equipe do PEP está se preparando e aguardando as turmas escolares para mais um ano de atividades! Participe!

Older Entries

%d blogueiros gostam disto: